Compartilhe esta notícia

Escola Ceci Cantador  forma 32 alunos no Proerd - notícias da Geral  - O Popular do Paraná
Escola organizou sua própria solenidade de formatura

A noite da quinta-feira, 11 de dezembro, foi de festa para 32 crianças do quinto ano da Escola Municipal Ceci Cantador, no jardim Alvorada. Os alunos se formaram em mais uma turma do Programa Educacional de Resistência às Drogas – Proerd, executado pela Polícia Militar. Esta foi a primeira vez na cidade que o programa realizou a formatura nas dependências de uma única escola, pois as cerimônias costumam ser coletivas e são realizadas no ginásio Joval.

Segundo a diretora Naiane Camargo Ribeiro, isso ocorreu porque, pelo segundo ano consecutivo, a Escola Ceci não foi contemplada pelo Proerd, através da parceria com a Prefeitura de Araucária. Desde o ano passado a escola deixou de ser beneficiada porque o Município está reduzindo a parceria, na qual a Polícia Militar fornece os profissionais para dar o curso e a Prefeitura oferece a estrutura como apostilas, camisetas e outros materiais.

“Para que o Proerd não fosse extinguido em nossa escola, passamos a contar com a boa vontade e a disposição de um policial militar que abraçou a causa e se dispôs a vir de outra cidade, de Colombo, para dar o curso aos nossos alunos. Por isso a formatura aconteceu aqui na escola mesmo”, explicou. Ainda de acordo com a diretora, os alunos sempre gostaram e participaram ativamente das aulas do Proerd e este foi o motivo pelo qual a direção decidiu não deixar este trabalho acabar. “As crianças já criaram uma afinidade com o policial e os pais sempre apoiaram a dinâmica do programa, inclusive no dia da formatura, todos se emocionaram muito”, contou Naiane.

Disposição

O cabo Dirlei Pereira da Silva, que faz parte da Patrulha Escolar Comunitária da Polícia Militar de Colombo, foi quem se dispôs, de forma voluntária, a vir para Araucária ministrar o programa na Escola Ceci. Durante pouco mais de dois meses, ele veio para cá todas as semanas, para ministrar as palestras. Ele está no Proerd desde o ano de 2001 e conta que sempre foi um apaixonado pelo programa.

“Quando fiquei sabendo, através da minha esposa, que é professora na Escola Ceci, que em Araucária a Prefeitura estava reduzindo a parceria com a Polícia Militar para cortar gastos e que algumas escolas ficariam de fora do programa, não pensei duas vezes. Fiz o contato e me ofereci para ministrar o curso. E foi muito gratificante, não me arrependi em momento algum de me oferecer para dar continuidade a este trabalho. A formatura só veio coroar nosso esforço e a dedicação dos alunos”, comentou.

Além do Cabo Dirlei, o soldado Rogério Farias, da Polícia Militar de Campo Largo, também foi um voluntário do Proerd em Araucária. Foi ele quem comandou o cerimonial da solenidade de formatura.

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: Carlos do Valle

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio