Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Henrique ficou realizado com a medalha de ouro e para ele a vitória reafirmou seu desejo de se tornar um cientista. Foto: Marco Charneski

O estudante Henrique Augusto Jankowski Betim Moreira, 11 anos, do 6º ano do Colégio Bom Jesus São Vicente, se consagrou como um grande campeão em uma olimpíada do conhecimento. Ele conquistou medalha de ouro na 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica – OBA 2021.

Apesar da pouca idade, e expressando o forte desejo de se tornar um cientista, Henrique já tem um vasto conhecimento na área e um verdadeiro fascínio pelo céu e pelo espaço. “Sempre gostei de estudar sobre o Universo, corpos celestes e outros assuntos desse tipo. No ano passado eu fiz a OBA e uma olimpíada de Ciências, mas não ganhei. Dessa vez fiquei surpreso por ter conquistado a medalha de ouro. Estou muito feliz. Quero fazer todo ano essa olimpíada, a gente aprende muito”, disse Henrique.

A mãe, Claudia Jakowski, comentou que o próprio filho manifestou interesse em fazer a OBA. “Ele participou na categoria sextos e sétimos anos, fez a prova virtual e obteve a melhor nota do Brasil, entre os alunos destas séries. O Henrique ganhou a medalha de ouro e um certificado de participação. Ele sempre gostou desses assuntos, se esforça bastante e fiquei muito emocionada com o resultado dele”, comentou.

Mais medalhistas

Outros dois alunos do Colégio do Bom Jesus São Vicente também conquistaram medalhas de ouro na OBA, são eles: João Luis Gaviak e Gustavo Timóteo.

Já os medalhistas de prata foram Arthur Gogola Bavaresco, Carolina Alves Lech, Isadora de Souza Buzeti, Mateus Tokarski e Miguel Luiz de Paula e a conquista do bronze ficou com o estudante Thomas Gustavo Niciak Schneider.

Sobre a OBA

A edição deste ano da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), realizada nos dias 27 e 28 de maio, teve formato diferente dos anos anteriores. Os alunos realizaram as provas tanto de forma presencial como virtual. Foram mais de 900 mil inscritos, o maior número desde o lançamento da OBA, em 1998.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1289 – 25/11/2021

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM