O raio-X da pequena Julia mostra a gravidade do problema e a necessidade urgente de intervenção. Foto: divulgação

A pequena Julia Ramos Tenca, de 12 anos, desenvolveu uma escoliose dorso lombar e precisa urgente de uma cirurgia na coluna. O problema é que os custos do procedimento são altos e a família não tem condições de bancar. Por isso, organizou uma vakinha virtual, para tentar arrecadar o valor necessário, que é aproximadamente R$ 100mil.

Segundo a mãe Eliane, a Julia é uma mocinha muito querida, amável, educada e um pouco tímida. Ela conta que o crescimento da filha estava normal até que no final de agosto do ano passado, começou a perceber que a cintura dela estava se formando apenas de um lado do corpo. “Ficamos preocupados com esse desvio na coluna dela e tentamos marcar consulta com um pediatra no posto de saúde. Como iria demorar demais e minha filha estava sentindo muitas dores no abdômem e na barriga, marcamos a consulta com um clinico geral mesmo. Consultamos no dia 29 de setembro do ano passado, com o médico que faleceu algum tempo depois Dr. Felipe Augusto Ferreira da Silva. Ele foi muito atencioso, pediu um raio-X para adiantar e encaminhou a Julia para um ortopedista, consulta que estamos aguardando até agora”, relatou a mãe.

Ela contou ainda que o Dr Felipe pediu que assim que o exame estivesse pronto, gostaria de ver, porque já estava desconfiado que fosse escoliose, e caso o diagnótico se confirmasse, pediria urgência na avaliação do ortopedista. “Infelizmente, o médico faleceu e nesse meio tempo a Julia começou a ter aulas presenciais. As dores nas costas começaram a aumentar e o desvio na coluna foi ficando cada dia mais acentuado. Voltei ao postinho e fui informada que não havia previsão da consulta com o orto. Graças a Deus, com algumas economias que conseguimos fazer e com ajuda de familiares, marcamos consulta com um ortopedista particular. Ele pediu um novo raio-X, já que o exame feito pelo SUS não tinha imagens, apenas o laudo. Mas ao examinar, já adiantou que se tratava mesmo de escoliose e nos encaminhou para um ortopedista especialista nesses tipos de casos”, contou a mãe.

A consulta com o especialista foi no dia 4 de março e a Julia recebeu a confirmação do diagnóstico de escoliose dorso lombar, em estágio avançado. “A doença da Julia está avançando rapidamente e o único recurso será a cirurgia. “Então, num momento de desespero pela cura da minha filha, decidimos fazer a vakinha para arrecadar o valor necessário e temos fé em Deus que iremos conseguir”, acredita Eliane.

Ajude a Julia!

Para ajudar a pequena Julia a realizar sua cirurgia, acesse a vakinha virtual no link http://vaka.me/2723196 e deixe sua contribuição. “Ficaremos eternamente gratos a todos que nos ajudarem”, comentou a mãe.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1302 – 10/03/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp