Famílias vulneráveis continuam sendo assistidas pela Ação Social | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Desde o começo da pandemia do coronavírus, muitas famílias araucarienses que vivem em situação de vulnerabilidade social, foram amparadas e vêm recebendo cestas básicas pela Secretaria Municipal de Ação Social (SMAS). A grande maioria já estava cadastrada e era assistida pelo município, outras, que se encontram em situação de vulnerabilidade momentânea por conta da atual situação do país, também estão recebendo ajuda. Segundo a SMAS, as famílias que não estão sendo atendidas, podem entrar em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do seu bairro a qualquer momento, que uma assistente social irá verificar o cadastro dela e, automaticamente ela será atendida.

Quanto às famílias que até então nunca haviam procurado um CRAS, e que por conta dessa pandemia hoje encontram-se em situação de vulnerabilidade, também poderão entrar em contato com o Centro. Elas irão receber a visita domiciliar da assistente social, que irá conferir as informações repassadas, já que o processo de concessão dos benefícios tem que ser transparente. A SMAS afirma que toda a demanda recebida através dos CRAS tem sido atendida, e que nenhuma família está sem receber auxílio, seja na concessão de cesta básica ou benefícios eventuais como auxílio funeral, auxílio natalidade, custos de transporte, entre outros.

As cestas básicas vêm sendo entregues no próprio CRAS, com exceção das famílias que se enquadram como prioridade, que recebem os alimentos na própria casa. É o caso dos idosos, pessoas com deficiências, gestantes e mães com muitos filhos e que não tem onde deixá-los para poder sair. A cesta é bem reforçada, pesa em torno de 33 quilos, com produtos de qualidade, para atender as necessidades de todos os membros da família.

Horário

Para não deixar nenhuma família sem atendimento nesse momento de pandemia, todos os CRAS estão abertos, das 10 às 16 horas. O

atendimento vem sendo feito respeitando as normas de segurança e higiene, para evitar o contágio pelo novo vírus, além do distanciamento entre as pessoas.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1211 – 07/05/2020

Compartilhe esta notícia:
, , , , , , , , , ,