Filha cria vakinha virtual para pagar cirurgia urgente da mãe que tem aneurisma cerebral

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Após ter sido diagnosticada com um aneurisma cerebral (dilatação que se forma na parede enfraquecida de uma artéria do cérebro), Ademilde de Souza Borba, 64 anos, precisa fazer uma cirurgia urgente. Por estar localizado em uma região bastante delicada e ter um tamanho bem grande, a cirurgia mais segura e indicada é a fechada, que é realizada através da embolização por cateter. 

Nesses casos, a paciente receberá uma anestesia geral e cateteres serão introduzidos pelas artérias, geralmente partindo da virilha, para navegar pela circulação, até chegar ao interior do aneurisma cerebral. “Esses minúsculos instrumentos servem de guia para, em seguida, serem enviadas micro-molas de platina (espirais metálicos), que são inseridas no aneurisma até preenchê-lo totalmente e, assim, excluí-lo da circulação, prevenindo o risco de uma futura hemorragia. Esse material, que fica para sempre no paciente, é comprovadamente seguro e não causa reação ao organismo e nem rejeição”, explica a filha Eliane Cristina Borba.

Outra possibilidade, segundo ela, é através da implantação de um stent na artéria acometida, com reconstrução da parede do vaso e redirecionamento do fluxo sanguíneo. Porém esse procedimento tem um custo muito alto, e como a família já teve vários gastos com exames de ressonância, angioressonância e o último que foi o mais caro de todos, para saber qual o procedimento mais adequado para o caso dela e o mais recomendado, cujo custo foi o mais alto.

“A cirurgia custará cerca de 80 mil reais, e nós não temos condições e nem tempo para conseguirmos esse montante em tão pouco tempo, por isso criamos uma vakinha virtual para levantar essa quantia. É como se fosse uma bomba relógio, a qualquer momento, fosse se romper e causar danos irreparáveis, podendo até mesmo ser fatal. A vida da minha mãe corre risco a cada segundo que passa, então peço de todo coração, a todos que puderem nos ajudar. Toda e qualquer contribuição será bem-vinda, pois estamos em uma batalha contra o tempo, precisamos que essa cirurgia seja realizada, no máximo, até o próximo dia 15 de janeiro. Deus abençoe e dê em dobro tudo que fizerem pela minha mãe”, implora Eliane.

Ajude!!

O link da vakinha virtual é https://www.vakinha.com.br/3364087. O pagamento poderá ser feito via PIX na chave 3364087@vakinha.com.br, no cartão de crédito ou no boleto.

Compartilhar
PUBLICIDADE