Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Demorou, demorou muito, mas finalmente a Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP) publicou o edital de licitação para compra de novos coletes à prova de bala para os guardas municipais da cidade.

Há muito tempo já que guardas vinham reclamando de que estavam sem o equipamento ou tendo que utilizar coletes com a data de validade indicada pelo fabricante já ultrapassada. Agora, se não houver maiores percalços com os tramites da licitação, o problema deve ser finalmente resolvido.

A sessão de abertura do pregão para aquisição dos equipamentos de proteção individual está marcada para acontecer no dia 22 de fevereiro, às 10h, na sala de licitações da Prefeitura. O edital prevê a compra de 113 coletes do chamado nível III-A, que resiste ao impacto de armas com veloci­dades médias de 427 metros por segundo, como tiros de pistolas nove milímetros e as Magnum Ponto Quarenta. Os novos equipamentos são melhores do que os utilizados pelos GMs hoje, que são os coletes II-A, que resistem a velocidades entre 332 e 381 metros por segundo.

Conforme prevê o edital de licitação, a Prefeitura está disposta a gastar até R$ 130 mil com esse material. Os preços deles variam entre R$ 1.060 e R$ 1.317 cada, dependendo do tamanho. Nesta leva, por e­xemplo, a Prefeitura está comprando sete coletes femininos (quatro do tamanho P e três M) e outros 106 coletes masculinos (8 P, 41 M, 56 G e 1 GG).

Texto: Waldiclei Braboza

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM