Compartilhe esta notícia

Grêmio Liquigás estreia na 52ª Taça Paraná - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
A partida aconteceu no último domingo, 8 de março, na cidade de Guarapuava

Chegou o momento de os times araucarienses se organizarem para o Campeonato mais esperado do ano: a Segunda Divisão de Amadores 2015. Para isso, o primeiro encontro aconteceu dia 26 de feve­reiro na sede da Liga Desportiva de Araucária, e colocou a postos 23 equipes do município que enfrentarão o relógio para efetuar a inscrição dentro do prazo e garantir a vaga.

Com o coração apertado e a ansiedade a flor da pele, os jogadores do Grêmio Liquigás estrearam na 52ª Taça Paraná neste domingo, 8 de março. O jogo aconteceu na cidade de Guarapuava, onde a equipe araucariense enfrentou o forte Danúbio no estádio do adversário.

De acordo com Daniel Kochmann, presidente da Liga Desportiva de Araucária, a partida iniciou às 15h30 e empolgou a torcida presente no Complexo Esportivo Danúbio com times bem montados em campo. “Embora estivesse jogando fora de casa, o Liquigás procurou sempre impor seu ritmo usando a tática de que a melhor defesa é o ataque”, comenta.

Dessa forma, a equipe aproveitou seu posicionamento e as técnicas obtidas nos treinos para abrir o placar aos 31 minutos de jogo. “Destaque para o atacante Thiago que, depois de receber um bom passe em velocidade e se livrar de dois marcadores, chutou firme sem chances de defesa ao goleiro adversário”, conta Daniel.

Com o placar negativo, o time da casa aumentou a pressão em campo e, impulsionado por sua torcida, empatou o jogo aos 36 minutos com um gol de cabeça em uma bola cruzada na área. “Infelizmente nós falhamos coletivamente e acabamos levando esse gol”, lamenta o goleiro Paulo Rodrigues, conhecido como Paulista.

Com o marcador igual, o técnico Paulo Sérgio de Oliveira, conhe­cido como Sapo, colocou seu time no ataque novamente e torceu para que a bola balançasse a rede. “Estávamos muito bem no jogo e tivemos chances claras, mas o goleiro adversário fez defesas milagrosas e, ao invés de marcarmos, levamos o gol de virada nos acréscimos do primeiro tempo”, recorda.

Segundo ele, o time teve uma conversa séria no vestiário e voltou ao gramado guarapuavano com o objetivo de empatar o jogo. “O problema foi que sofremos o terceiro gol aos 18 minutos”.

Mesmo assim, o treinador organizou novamente o ataque do grupo e, aproveitando as faltas da equipe da casa, trouxe esperança à torcida da cidade-símbolo do Paraná. “Em uma dessas faltas surgiu o volante Marcelo Jair, que pegou a bola e cobrou soltando uma bomba no ângulo, um verdadeiro ‘pombo sem asas’ sem chances de defesa”, conta o presidente Daniel.

De acordo com ele, o gol colocou mais emoção na partida, pois o Liquigás encostou no placar e começou a criar novas chances de gols.

“Os últimos minutos ficaram marcados por muita pressão, jogadas empolgantes e o gostinho amargo do empate, que não veio”, lastima o represen­tante da Liga que, mesmo com o resultado negativo na estreia, parabeniza o empenho dos atletas e da comissão técnica. “Eles nos representaram muito bem e saíram do campo aplaudidos pelos torcedores de Guarapuava, que reconheceram a raça e o bom futebol dos araucarienses”.

Até o próximo jogo

Para o goleiro Paulista, esse foi o típico jogo em que o melhor não venceu, o que também incentiva a equipe a continuar buscando a vitória e o sonhado título. “Existem jogos em que você é atropelado pelo adversário, mas não foi isso que aconteceu. Nós jogamos muito bem, então temos grandes chances de vencer as partidas em casa”, garante.

A expectativa é a mesma para o treinador, que já organizou um novo treino para quarta-feira, 11 de março, no Estádio Municipal Emílio Gunha. “Vamos trabalhar em cima dos lances que originaram os gols do adversário e corrigi-los para garantir resultados positivos nos próximos dias 15 e 22 aqui em Arau­cária”, promete.

Grêmio Liquigás estreia na 52ª Taça Paraná - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná

Ele jogou com o filho do Pelé!

Grêmio Liquigás estreia na 52ª Taça Paraná - notícias da Esporte  - O Popular do Paraná
Paulista jogou três meses na categoria de base do Santos, mas decidiu morar com a família no Paraná

Apaixonado pelo futebol desde criança, o goleiro Paulo Roberto Rodrigues de Camargo é uma das apostas do Grêmio Liquigás para chegar ao título inédito na Taça Paraná. Conhecido como Paulista, o jogador de 41 anos nasceu na cidade de Santos, onde teve seu primeiro contato com o esporte mais amado do Brasil e até jogou em um dos times mais conhecidos do país. “Eu participei de uma peneira para entrar no Santos e passei na mesma época em que o filho do Pelé jogava”, conta.

No entanto, sua família havia se mudado para Araucária na mesma época, e a saudade dos pais fez com que o jovem largasse o sonho de ser um jogador profissional. “Eu acreditei que teria outras oportunidades mais tarde, só que o mais longe que cheguei foi passar alguns meses jogando em um time do Norte do Paraná”, lamenta.

Mesmo assim, o rapaz teve a oportunidade de competir na seleção araucariense de futsal, onde disputou a Taça Ouro, e ainda jogou em diferentes times amadores da cidade que lhe renderam amizades e títulos. “Passei pelo Manoel Bandeira, Juventus, União Itália, Soba, Araucária, Tindiquera e pelo Grêmio Liquigás, que é onde estou até agora”, enumera.

Nessas equipes, o rapaz teve a oportunidade de vencer várias vezes a Primeira Divisão de Amadores de Araucária e de chegar duas vezes à semifinal da Taça Paraná pelos times Manoel Bandeira e Araucária. “Mas é agora que nós vamos vencer e trazer esse título ao município. Sabemos que é difícil porque outras equipes têm muito investimento, mas temos um bom time e muita capacidade”, garante o rapaz formado em Logística, que divide seu tempo entre futebol e o trabalho na Secretaria de Finanças de Araucária.

Texto: Raquel Derevecki / Fotos: DIVULGAÇÃO / EVERSON SANTOS

Compartilhe esta notícia