Parte do terreno já estava completamente desmatado. Foto: divulgação

 

Através de uma denúncia recebida pela Secretaria do Meio Ambiente, a Guarda Ambiental foi acionada na tarde desta quarta-feira, 3 de julho, por volta das 14h30, para verificar uma possível situação de desmatamento, terraplanagem e movimentação irregular de solo em área de preservação, na localidade rural de Roça Nova.

No endereço havia várias árvores cortadas, entre pinheiros e outras espécies, uma retroescavadeira e um caminhão em serviço, movimentando o solo e fazendo a terraplanagem, além de vários outros equipamentos e ferramentas. Os responsáveis foram indagados sobre o que estavam executando no terreno e se tinham autorização, mas nenhum documento foi apresentado.

Diante dos fatos, o fiscal do meio ambiente aplicou as medidas administrativas necessárias. Já a Guarda Ambiental recolheu duas motosserras, além de machado, facão, foice, e outras ferramentas. Os responsáveis também tiveram que comparecer à Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos.

Publicado na edição 1170 – 04/07/2019

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe