Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Na tarde da última sexta-feira, 12 de janeiro, a Guarda Municipal recebeu uma denúncia anônima dando conta de que um grupo estaria consumindo drogas na pracinha que fica atrás do plenário da Câmara de Vereadores, quase em frente à agência da Caixa do Fazenda Velha.

Com a informação em mãos, equipes da GM foram ao local e abordaram algumas pessoas, sendo que – com duas delas – foi encontrada uma pequena porção de maconha. Conversa vai, conversa vem e a dupla entregou que havia comprado a erva danada de um sujeito chamado Guto, que morava ali perto, na rua Arcione Cantador Grabowski.

Chegando ao endereço delatado, os guardas visualizaram mais um sujeito que, ao ver a viatura, até pensou em dar no pé, mas não o fez. Com ele, foi encontrado mais um tiquinho de maconha, a qual teria sido adquirida de Guto.

Guto era o sujeito que morava naquele endereço e que, neste momento, já havia se escondido dentro de casa. Os guardas então bateram solicitaram autorização a mãe do rapaz para adentrar o imóvel. Senhora gentil e honesta, ela autorizou, já que muito possivelmente sequer imaginava que o filhão andava metido com coisa errada.

Os guardas foram até o quarto de Guto, que acabou entregando que possuía um tablete de 160 gramas escondido ali. Diante dos fatos, Guto, que cujo nome completo é Alexandre Augusto Alfieri Budniak, 18 anos, recebeu voz de prisão e foi levado à Delegacia de Polícia, onde teve a prisão preventiva decretada, permanecendo à disposição da Justiça na carceragem local.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM