Pesquisar
Close this search box.

Hipertensão tem duas datas especiais para reforçar a necessidade de prevenção

Imagem de destaque - Hipertensão tem duas datas especiais para reforçar a necessidade de prevenção
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Quando se fala em cuidar da saúde, a prevenção contra a hipertensão é um tema que está sempre em evidência. Em 26 de abril foi celebrado o dia nacional de prevenção e combate à doença e no dia 17 de maio, comemora-se o dia mundial da hipertensão arterial.

É uma doença silenciosa que, muitas vezes, não apresenta sintomas, mas que pode trazer graves consequências à saúde se não for devidamente controlada.

Dr. Rafael Petracca, cardiologista da Clínica São Vicente, destaca a importância da prevenção e do tratamento adequado. “A pressão alta ou hipertensão é caracterizada pela elevação persistente da pressão a valores maiores do que 140 de pressão máxima e/ou maiores do que 90 de pressão mínima. Ou seja, se a pressão estiver maior ou igual a 14/9 em duas medidas, em dias diferentes, tem seu diagnóstico de hipertensão arterial”, explica.

Segundo ele, a hipertensão é muito comum em nosso meio. Um em cada três adultos possui a doença e entre pessoas acima de 60 anos esse índice chega a 60%. “A hipertensão é traiçoeira, porque muitas vezes não causa nenhum sintoma, e pode levar a doenças graves, como infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), doenças renais e também doenças nas artérias dos membros inferiores”, aponta.

O cardiologista cita as condições que contribuem para o aparecimento da pressão arterial, como os fatores genéticos, sobrepeso, obesidade, consumo excessivo de sal e baixo consumo de potássio, sedentarismo, o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, apneia do sono e alguns medicamentos também podem contribuir. “Nesse Dia de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, gostaria de deixar algumas dicas para que as pessoas possam se prevenir contra a doença. Tenha um estilo de vida saudável, ou seja, consuma pouco sal, pouco sódio; consuma alimentos ricos em potássio, como frutas e grãos; faça atividades físicas regularmente, pelo menos 150 minutos por semana; evite consumo excessivo de gorduras e carboidratos, como doces e massas para evitar ganho de peso; não fume; beba com moderação; investigue e trate a apneia do sono”, sugere.

A partir de hábitos saudáveis, Dr Rafael acredita que é possível prevenir o aparecimento da hipertensão arterial, ou mesmo facilitar o seu controle no caso de o diagnóstico já ter sido feito. “Meça sua pressão regularmente. Mesmo que sua pressão seja normal, meça pelo menos 1 vez por ano. Para aquelas pessoas que apresentam a pressão mais próxima do limite de 14/9 ou elevada, meçam a pressão mais frequentemente. Se a sua pressão está próxima do limite, ou elevada, procure um cardiologista. A consulta com cardiologista poderá ser esclarecedora, com orientações, ou mesmo com diagnóstico precoce, para o início do tratamento”, orienta.

Consultas com o Dr Rafael Petracca ou demais especialistas da Clínica São Vicente, entre em contato pelo fone (41) 3552-4000 ou WhatsApp (41) 98780-1440.