Vagner Sousa Ferreira, um suposto agente funeral que se passava por policial para aplicar golpes, foi detido na tarde desta segunda-feira, 25 de abril, no Balneário de Ipanema, em Pontal do Paraná. Segundo a polícia, o homem, que inclusive já trabalhou como agente funeral em Araucária e também como locutor policial da FM Gralha Azul, se passava por policial e ameaçava as vítimas usando uma pistola .40, através de áudio e fotos. Ele agia em nome da falsa funerária Bom Pastor, que ironicamente patrocinava as lixeiras da prefeitura daquele município.
As vítimas relataram na Delegacia que o suspeito possui uma página falsa de funerária na Internet. No último final de semana ele teria vendido e não efetuado a entrega de duas coroas de flores para empresários de Pontal do Sul. Um desses empresários, acompanhado de outras duas vítimas, compareceu na delegacia para prestar queixa.
A ficha de Vagner é extensa, porque a mulher dele também teria registrado queixa contra o marido, pelo crime de violência doméstica. A polícia acredita que com a divulgação das fotos do acusado, outras vítimas possam se manifestar. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Pontal do Paraná e Vagner deverá responder pelos crimes de estelionato, ameaça, falsidade ideológica e Maria da Penha.

Foto – divulgação

Texto: Assessoria

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp