Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Os prejuízos ambientais provocados pelo derramamento de 5 mil litros de óleo diesel e gasolina no Rio São Patrício, que passa em frente ao terminal central de ônibus de Araucária e deságua no Rio Iguaçu, ainda estão sendo avaliados pelo Instituto Água e Terra (IAT). O combustível vazou de um caminhão tanque carregado com 28 mil litros de diesel e 15 mil litros de gasolina, que apresentou problemas mecânicos no momento em que o motorista freou para parar no semáforo da Rodovia do Xisto. Um eixo do veículo quebrou e com o movimento, rompeu uma das válvulas do tanque, provocando o vazamento de parte da carga. O acidente aconteceu na sexta-feira, 16 de abril.

O IAT informou que ainda aguarda um relatório completo da Força Verde, que atendeu a ocorrência, para maior conhecimento do caso. O Instituto disse ainda que realizou coleta da água do córrego, e com o resultado da análise e as informações que virão pelo boletim da Força Verde, irá aplicar as sanções administrativas à empresa responsável. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente também acompanha o caso e aguarda o relatório do IAT.

O vazamento na rodovia mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal, Defesa Civil do município, Secretaria do Meio Ambiente, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Obras Públicas de Araucária, e Trânsito Municipal. As equipes fizeram a contenção do vazamento e organizaram o trânsito na rodovia. Técnicos da empresa de combustíveis Raízen, estiveram no local e fizeram transbordo do restante da carga de combustível para outro caminhão.

Publicado na edição 1258 – 22/04/2021

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM