Idoso diz que a vacina é a esperança de dias melhores

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Foto tirada em maios de 2020. Foto: Everson Santos

Vocês lembram do senhor Antônio Dybas, de 83 anos, que foi personagem de uma reportagem do Jornal O Popular em junho de 2020, que mostrava como a pandemia afetou os idosos, obrigando-os ao isolamento social? Seu Dybas estava aborrecido, confinado em casa, sem poder fazer o que mais gostava: passear e conversar com as pessoas. Nove meses se passaram desde aquele dia em que ele foi fotografado na janela de casa, com um olhar triste e cabisbaixo. O idoso continua isolado em casa, sai apenas para visitas rápidas ao mercado, mas a diferença é que agora ele carrega um sorriso no rosto e uma esperança no olhar.

Ele está entre os milhares de idosos araucarienses que já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19. “Eu sei que ainda é muito cedo pra comemorar, mesmo assim estou mais animado. Toda hora eu ficava perguntando quando seria a minha vez e chegou o dia, meu filho me levou tomar a vacina ali no terminal de ônibus. Continuo não podendo sair de casa, ainda tenho que me cuidar bastante, preciso usar máscara, mas pelo menos agora eu tô mais feliz”, comentou Seu Dybas.

Ele vai tomar a segunda dose da vacina no dia 2 de abril e está contando os dias no calendário. “Olha só, não é nessa sexta-feira, é na próxima, eu não posso esquecer de ir lá no terminal de novo receber a segunda dose. Agora esse vírus tá ainda mais perigoso pelo que falam e tem gente que não tá nem aí, fazem festas, anarquias, sem cobrir a boca e o nariz, e são estes que acabam prejudicando quem tá se cuidando. Temos que nos cuidar muito. Só a vacina mesmo para proteger a gente”, comenta o idoso.

Campanha

A cada semana Araucária divulga o novo calendário para a vacinação de idosos, que continua sendo realizada no sistema drive thru, sem precisar descer do carro e também nos pontos fixos, para quem não tiver como ir de carro. O horário é das 9h às 16h de segunda a sexta-feira. Os idosos poderão optar em que local desejam ir e apresentar os seguintes documentos: CPF, um documento de identidade com foto, comprovante de endereço, receita com medicamentos em uso. Se possível, ir com um acompanhante. Não é necessário fazer nenhum cadastro prévio.

As equipes de vacinação pedem para que os idosos que estiverem com sintomas de Covid, com suspeita ou com o exame positivo para a doença não façam a vacina neste momento. Estes devem aguardar para tomar a vacina na sequência.

Locais de vacinação

• Drive Thru
Parque Cachoeira, entrada pela rua Rio de Janeiro.
Estacionamento da Igreja Congregação Cristã no Brasil – rua Bonifácio Kaiut, 89 – Fazenda Velha. Entrada pela rua lateral.
•Pontos fixos
Terminal Rodoviário Central
Adolescentro Industrial – Rua Gralha Azul, 2293.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1254 – 25/03/2021