Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

No sábado, 30 de outubro, a Polícia Militar recebeu um chamado da rua Massafumi Sekene, no bairro Boqueirão, vindo de uma mulher que estaria sendo ameaçada pelo ex-companheiro. Ela relatou à equipe que há cerca de um mês havia sido agredida pelo então marido, com quem ficou casada durante 15 anos e teve um filho, e que por isso decidiu se separar. A separação teria ocorrido há aproximadamente duas semanas e o homem, inconformado, a estaria ameaçando desde então.

A mulher estava em uma confraternização na casa da tia quando o ex apareceu por lá, sem ser convidado, dizendo que a mataria se a visse na companhia de outra pessoa. A vítima disse que as ameaças e intimidações estavam frequentes e que ela temia pela sua segurança, inclusive iria representar criminalmente contra o ex para requerer medida protetiva.

Na casa onde ocorria a confraternização o homem também teria quebrado uma tomada, na tentativa de intimidar a ex companheira. Por esse motivo ela teria ficado com medo e acionado a PM. Diante dos relatos, o suposto agressor recebeu voz de prisão e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil para as providências cabíveis. Segundo a PM, durante o trajeto o homem parecia calmo, porém ao chegar na DP, começou a chutar a viatura e precisou ser contido.

Publicado na edição 1286 – 04/11/2021

VEJA TAMBÉM