Pesquisar
Close this search box.

Justiça aceita denúncia e Lec vira réu por homicídio

O acidente causou a morte da namorada de Lecsandro, que agora terá que responder judicialmente. Foto: divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Justiça aceita denúncia e Lec vira réu por homicídio
O acidente causou a morte da namorada de Lecsandro, que agora terá que responder judicialmente. Foto: divulgação

O Juiz de Direito Daniel Surdi de Avelar, da 2ª Vara do Tribunal do Júri do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba, acatou a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra Lecsandro (Lec) Emilio da Silva Soares, 29 anos, que dirigia o carro envolvido no acidente fatal que vitimou a gerente do banco Santander, Morgana Truber, 38 anos. Com o despacho, o denunciado passou à condição de réu e irá responder a um processo judicial. O Juiz também ordenou a citação de Lecsandro, que deverá responder à acusação, por escrito, no prazo de 10 dias, nos termos do artigo 396, do Código de Processo Penal.

O acidente aconteceu no dia 10 de fevereiro de 2021, por volta das 22h30min, no Contorno Sul, em Curitiba. Segundo os autos, Lec dirigia em alta velocidade, com a capacidade psicomotora alterada devido à ingestão de bebida alcoólica e estava com a Carteira Nacional de Habilitação cassada. Ele forçou uma ultrapassagem irregular pela via direita da pista, perdeu o controle da BMW que dirigia e acabou colidindo na lateral de um veículo Audi Q3. A colisão o fez sair da pista pelo canteiro central, invadir a pista contrária, e colidir com a proteção metálica, ocasionando o capotamento do veículo na via marginal. Com o impacto, a namorada Morgana, que estava sentada no banco do passageiro, teve traumatismo crânio encefálico, e morreu no local.

Publicado na edição 1256 – 08/04/2021