Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Os araucarienses Edson e Ágata ficaram entre os melhores atletas do país
Os araucarienses Edson e Ágata ficaram entre os melhores atletas do país

O último fim de semana foi repleto de desafios para o karatê araucariense. Afinal, além de enfrentarem uma viagem cansativa em direção ao Sudeste do país, os atletas representaram Araucária em duas competições de alto nível: a Copa Arnold Classic Brasil, no Rio de Janeiro, e a Premier League, em São Paulo.

Para começar, os atletas Edson e Ágata entraram nos tatames da Cidade Maravilhosa no dia 29 de maio e, mesmo com dificuldades, conseguiram resultados gratificantes. “O Edson trouxe um título de campeão e outro de vice, enquanto sua filha conquistou o terceiro lugar duas vezes”, comemora o sensei João Carlin Padilha.

Para Ágata, que compete na cate­goria cadete 14/15 anos Marrom e Preta, a oportunidade foi única e lhe trouxe muito cres­­cimento. “Minha luta mais difícil foi superar meu próprio medo, pois essa foi a primeira vez em que participei de um campeonato internacional”, conta a garota, que agora se prepara para o Paranaense, em Araucária.

O sensei João Carlin Padilha também foi homenageado no evento
O sensei João Carlin Padilha também foi homenageado no evento

Mais lutas

Depois dessas lutas, eles seguiram para São Paulo, onde a Anna Paula e o Cesar representariam a cidade-símbolo do Paraná em um circuito de eventos internacionais. No entanto, os resultados nesse torneio não foram os esperados. “Eu lutei contra uma atleta do Equador e empatamos em 0 x 0, deixando a decisão final para os árbitros. Então eles acabaram dando a vitória para a equatoriana”, lamenta Anna.

Segundo ela, um dos motivos pode ter sido seu dedo fraturado, que a impede de rea­lizar determinados movimentos. “Acabei tendo de me adaptar durante os treinos com a falta da mão esquerda, porém, em uma competição desse ní­vel, não estar 100% faz toda a diferença”, conta a jovem, que também viu seu colega voltar para casa sem os resultados esperados.

Texto: Raquel Derevecki / FOTOS: DIVULGAÇÃO

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM