Mãe que denunciou aliciamento do filho por suposto pedófilo diz que está revoltada

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Após descobrir que o filho de 12 anos estava sendo atraído pelas redes sociais por um homem de 23 anos a mãe da criança diz que ainda está em choque. O caso aconteceu na quarta-feira, 7 de junho (acompanhe reportagem na página 31). Ela conta que recebeu uma espécie de “aviso divino” de que naquele dia deveria checar as conversas do celular do garoto. “Fiquei apavorada quando vi que um homem desconhecido tentava marcar um encontro para tentar abusar do meu filho”, lamentou. Após descobrir a conversa, a mãe não hesitou em pedir ajuda à polícia e foi isso que levou à prisão do suspeito e impediu que algo pior pudesse acontecer. “Ainda sinto muita dor e revolta porque meu filho é só uma criança, tem 12 anos. Como que um sujeito desses tem coragem de aliciar um menino dessa idade?”, questionou.

A mãe também contou à reportagem do Jornal Popular que o filho é inocente e não tem ideia do perigo que correu. Segundo ela, o homem teria dito para a criança que sua idade era 17 anos, e para atrair a vítima fazia perguntas se ela gostava de vídeo game, de tomar coca-cola e do que gostava mais de comer. Ele pegou o número do celular do meu filho em um grupo de meninos que andam de bicicleta, todos na mesma faixa etária, o mais velho tem 15 anos. O pedófilo falava que tinha um computador top e controle para o meu filho poder jogar. E, pasmem! Falava que eles poderiam se masturbar no sigilo. Ele é um monstro!”, diz a mãe revoltada.

A mãe também contou que sempre orienta o filho sobre as conversas via celular e sobre os perigos de acabar sendo vítima de um pedófilo. “Sempre falamos sobre esse assunto, mas os pedófilos estão cada vez mais audaciosos. Veja esse caso, o homem trabalha na área da saúde, tinha fotos de crianças nos eletrônicos deles e disseram que algumas dela são portadoras de câncer. Um horror””, completou a mãe.

Edição n. 1367

Compartilhar
PUBLICIDADE