Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A mãe da garotinha Antonella, 4 anos, que faleceu em janeiro deste ano, decidiu homenagear a filha, e criou um projeto social que leva o nome da menina, para ajudar pessoas em dificuldades. A ideia, segundo Vanessa Nardino, começou a surgir quatro dias antes da Páscoa, a primeira data comemorativa sem a filha. “Pensei em fazer algo para preencher o vazio e o legado que ela nos deixou, de sermos amável com todos à nossa volta e sempre ajudar o próximo. Apesar de pequenina, ela tinha um coração gigante”, comentou a mãe.

Assim nasceu o Projeto Antonella Vive, que teve como primeira ação uma campanha para arrecadação de chocolates e doces para as crianças. “Começamos com a meta de atender cerca de 15 crianças na região do jardim Iguaçu, para as quais eu já havia doado algumas roupinhas da minha filha. Mas a partir do momento que começamos a divulgar a ação nos grupos de família e amigos, houve um engajamento muito grande, todos compartilharem, e em apenas quatro dias, as arrecadações foram surpreendentes, pessoas que nem conhecíamos, entre comerciantes, empresários, todos sensibilizados com a proposta do projeto. Conseguimos atingir 1500 crianças, dos bairros Iguaçu, Arvoredo, Monalisa e Iguatemi. Foi muito gratificante”, conta Vanessa.

Segundo ela, a projeto já recebeu o convite para fazer uma ação voltada às famílias de uma cidade do interior de São Paulo, chamada Itapirapuã Paulista, com pouco d 4 mil habitantes, que estão passando por sérias dificuldades em razão da pandemia do coronavírus. “Sabemos que em Araucária as famílias necessitadas estão sendo bem assistidas, seja pelo município ou por outras entidades, por isso aceitamos o convite e estamos fazendo uma campanha de arrecadação de alimentos e produtos de higiene, para ajudar as pessoas daquela cidade, onde os recursos são poucos e nem todas estão recebendo ajuda”, explicou Vanessa. A mentora do projeto disse ainda que quer incentivar outras pessoas a fazerem o mesmo, arregaçarem as mangas e se unirem para ajudar o próximo.

Serviço

Para contribuir com o Projeto Antonella Vive, entre em contato pelos seguintes telefones: Vanessa Nardino (mãe) – 41 99878-7707 / Thiago Nóbrega (pai) – 41 99942-0326/ Camila Brito (madrasta) – 41 99820-6292 / Guilherme Santos (padrasto) – 41 99663-8063.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: divulgação

Publicado na edição 1211 – 07/05/2020

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM