Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024

Imagem de destaque - Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Um animalzinho de estimação pode fazer uma diferença grande na vida de uma pessoa. Inclusive, há relatos de pessoas que conseguiram vencer a depressão, apenas por ter a companhia de um amiguinho por perto, seja cachorro, gato ou até mesmo um passarinho. Não apenas isso, é muito comum hospitais usarem da Terapia Assistida por Animais (TAA) para melhorarem o estado de saúde de seus pacientes, não apenas emocional, como também social e física.

Por tudo isso, muitos sofrem quando seu animalzinho desaparece ou foge, cartazes são colocados em postes, publicações são feitas em redes sociais e até mesmo panfletos podem ser distribuídos nas ruas. Infelizmente, uma minoria consegue voltar para a casa.

Falando em estatística, é muito difícil termos dados específicos sobre quantos animais domésticos fugiram ou desapareceram. Principalmente considerando que muitos tutores não utilizam de redes sociais como um meio de encontrá-los, ou ainda não dão retorno quando os bichinhos são localizados.

As redes sociais, atualmente, são os principais e mais eficazes meios de se localizar seu amiguinho. A rede de apoio entre a população é muito forte e admirável, além do famoso anúncio ‘boca-a-boca’. A tecnologia, nos últimos tempos, também está se mostrando um recurso eficiente. Coleiras com rastreadores foram criadas e permitem uma maior segurança para os tutores e seus animais. Além desse recurso, também existem os microchips implantados nos bichinhos, que ao serem lidos por um dispositivo, fornecem os dados pessoais do tutor e do animal. Aqui em Araucária, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente auxilia nessa situação e efetua a leitura de microchips.

Conheça 4 animais que ainda não voltaram para seus lares

O gatinho Sebastian tem 1 ano e fugiu no dia 11 de março. Sebastian tem uma pelagem bicolor, sendo cinza e branco. Nas patinhas, na região do peito, subindo para sua boca e seu focinho, os pelos são brancos. No restante do corpo, o gatinho possui a cor cinza.

Imagem de destaque - Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024
Gatinho Sebastian é bicolor e fugiu no dia 11 de março

A tutora Maria Marcelina relata que ele acabou entrando em um caminhão que estava fazendo uma entrega na empresa onde ela trabalha, localizada no bairro Cachoeira. O veículo rodou pela cidade, e parou no Shopping Pinheiros. O motorista abriu a porta e viu o Sebastian, que acabou se assustando e fugiu em direção a DNA Pizzaria. Informações sobre o paradeiro do Sebastian, entrar em contato com a Maria pelo número (41) 99857-7694.

A cachorrinha Luna é mestiça shih tzu e lhasa apso e possui 5 anos, ela fugiu no dia 19 de maio, no bairro Cachoeira. A tutora Vitória Borges conta que, por volta de 23h, chegou em casa e viu seus cachorros na rua. Ela explica que achou a situação estranha, já que o portão que estava aberto, normalmente não era usado por ela e sua família. De todos os seus cachorrinhos, apenas Luna não voltou para casa.

Imagem de destaque - Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024
Luna é mestiça shih tzu e lhasa apso e fugiu no dia 19 de maio

Seus pelos são longos e da cor branca, com alguns detalhes na cor preta. Suas orelhas são pretas, assim como seu rabo. A cachorrinha também possui uma mancha preta no lado esquerdo da barriga. Informação sobre o paradeiro da Luna, entrar em contato com o número (41) 99740-6725, ou com o número (41) 99759-9078 após às 22h.

A Meg é da raça shih tzu e sumiu no bairro Iguaçu no dia 31 de maio. A cachorrinha acabou fugindo, após o portão da casa ser aberto. A tutora Stefany e família estão muito preocupados, já que quando desapareceu, a cadelinha estava prenha.

Imagem de destaque - Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024
Meg é da raça shih tzu e sumiu no dia 31 de maio

A cachorrinha possui o pelo longo e marrom, mesma cor de seus olhos. Apesar de seus pelos serem longos naturalmente, eles estavam menores quando ela desapareceu, e provavelmente tenham crescido após esse tempo. Informação sobre o paradeiro da cachorrinha Meg, entrar em contato com a tutora Stefany pelo número (41) 99770-4328. A família oferece recompensa para quem conseguir localizar a Meg.

No dia 15 de junho, a cachorrinha Maya, da raça Shih tzu, foi vista pela última vez próximo à empresa CSN. A tutora Silvana explica que ela estava usando uma roupinha quando desapareceu, mas a mesma foi encontrada jogada próximo ao ponto de ônibus da CSN.

Imagem de destaque - Mais de 50 animais desapareceram em Araucária no primeiro semestre de 2024
A shih tzu Maya está desaparecida desde 15 de junho

A Maya é dócil, de porte pequeno/médio e seus pelos são longos, com uma mistura entre o preto e o branco. A família está preocupada, já que a cachorrinha precisa usar medicamentos devido a uma infecção de ouvido. Informações sobre o paradeiro da Maya, entrar em contato pelo número (41) 99936-4194, ou pelo número (41) 99806-0527.

VICTORIA MALINOWSKI / Edição n.º 1422