Mais de mil pessoas são atendidas pelo CECC em apenas 3 dias

Secretaria de Saúde deve manter atendimento no CECC até o próximo dia 31 de dezembro. Foto: Marco Charneski
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A disparada nos casos de Covid-19 segue sobrecarregando o sistema público de saúde de Araucária. Para se ter uma ideia, só nos últimos três dias, 1.164 pessoas estiveram no PA Covid-19 atrás de atendimento médico apresentando sintomas gripais.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) apontam que no domingo, 23 de janeiro, 265 pacientes passaram pelo CECC. Na segunda (24) foram outros 443 e na terça-feira (24) mais 456. A alta procura por atendimento fez com que filas enormes se formassem em frente ao prédio do antigo NIS.

Para piorar um pouco o cenário, a SMSA tem registrado altos índices de contágio também entre os profissionais que atuam nesses serviços, precisando entrar em isolamento. Com isso, a espera por atendimento que já seria razoavelmente longa acaba exigindo um pouco mais de paciência da população.

Ainda conforme projeções do Departamento de Vigilância em Saúde, a alta nos casos de Covid-19 deve seguir montanha acima pelos próximos 30 dias. Depois, deve haver uma estabilização e só a partir de então devemos ver uma diminuição substancial do número de pessoas com o vírus.

Os casos ativos, aliás, chegaram nesta quarta-feira (26) a 2.222, o dobro do que tínhamos há sete dias. Na linha do tempo da pandemia a última vez que tivemos mais de dois mil casos ativos simultaneamente havia sido em 15 de junho do ano passado.

Mais de mil pessoas são atendidas pelo CECC em apenas 3 dias

Medidas

Ciente de que o cenário pandêmico atual é delicado, a Secretaria de Saúde informou que vem tomando todas as medidas ao seu alcance para tentar diminuir o tempo de espera dos pacientes que procuram o PA Covid. Uma dessas ações, explicou a direção da pasta, é o aumento do número de médicos que atendem no local dos atuais cinco para até nove ao longo dos próximos dias. Apesar da escassez de médicos no mercado, a contratação extra será possível por meio de editais de credenciamento de serviços de plantões. Em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), a SMSA também instalará tendas em frente ao CECC para que as pessoas que aguardam consulta não tenham que fica sob sol forte e/ou chuva.

Apesar da alta procura, a Secretaria ressalta que a maioria dos atendimentos feitos no PA Covid são de pacientes com sintomas leves. O número de casos agravados, em que as pessoas precisam de suporte ventilatório ou transferência para leitos hospitalares, é muito baixo quando considerado ao período pandêmico anterior a campanha de vacinação.

Reflexos

A alta nos casos ativos de Covid-19 também tem refletido em outros serviços públicos de saúde. Quem procura o Pronto Atendimento Infantil (PAI), que fica anexo ao HMA, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que fica no jardim Planalto, também tem que esperar mais do que o normal. Parte dessa alta demanda, explica a Secretaria de Saúde, é consequência do número de afastamentos de profissionais contaminados pela Covid e que atuam nas unidades básicas. Com eles tendo que se isolar, as consultas eletivas não são realizadas e as pessoas acabam procurando os serviços de urgência e emergência em busca de atendimento.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1296 – 27/01/2022