fbpx

Praticamente todos os dias, mulheres são agredidas pelos próprios companheiros, os chamados “machões de cozinha”, porém, nem todos os agressores são punidos. Felizmente a história foi diferente para uma moradora da rua Pessegueiro, no bairro Capela Velha, que acionou a Polícia Militar na noite de segunda-feira, 18 de novembro, por volta das 21 horas, e conseguiu evitar que o pior acontecesse.

Ela contou à equipe que há 13 anos vive com seu companheiro, mas que nesse dia, ele passou dos limites, chegou do trabalho alcoolizado, bateu no filho de apenas 9 anos usando uma cinta, e quando ela foi defender o garoto, acabou sendo agredida também. Primeiro ele a empurrou, depois a levou para o quarto, onde desferiu vários socos contra ela, deixando marcas visíveis da agressão. Diante dos fatos a equipe abordou o homem, que apresentava sinais de embriaguez, deu voz de prisão, e o conduziu algemado para a Delegacia de Polícia, já que ele estava bastante alterado.

Publicado na edição 1190 – 21/11/2019

VEJA TAMBÉM

Compartilhe