Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

O proprietário está fazendo algumas adequações para renovar o alvará, mas o projeto de shopping já era
O proprietário está fazendo algumas adequações para renovar o alvará, mas o projeto de shopping já era

A construção do que inicialmente seria uma unidade do Supermercado Supra e que depois teve o projeto modificado para ser um shopping, com lojas e salas de cinema, continua dando o que falar. A obra, loca­lizada na Avenida Archelau de Almeida Torres, no Jardim Iguaçu, está em andamento há mais de 10 anos, e o problema é que, com este abandono, quem passou a sofrer as consequências, foram os moradores e as pessoas que circulam pelo local.

“Esta construção parada só está servindo de abrigo para marginais, inclusive um deles, que já estava morando a um bom tempo na obra, foi preso dia desses pela Guarda Municipal. É uma total insegurança, a gente passa pelo local e não sabe se alguém vai sair lá de dentro e te assaltar, ou pior ainda, tentar te estuprar. Esse medo precisa acabar”, reclamou uma moradora.

Também indignado com a situação, outro morador comentou que os tapumes sempre estão caindo em cima da calçada, a própria calçada já está toda destruída, um perigo para quem passa por ali. “Temos uma escola aqui do lado e as crianças circulam pela calçada, podendo se machucar”, disse. O morador acrescentou que além dos tapumes, algumas das telhas de aço haviam se soltado e poderiam provocar sérios acidentes.

Os vizinhos do local também chegaram a criar um grupo no WhatsApp, para se comunicarem entre si sobre suspeitos rondando a região, que tem sido alvo constante de arrombadores.

Desistiu de investir

O prédio em questão pertence ao dono da Fa­culdade Educacional de Araucária (Facear), José Corsino. Em contato com o empresário, este nos informou que já está providenciando as adequações que foram exigidas pela Prefeitura para a renovação do alvará. “Estamos trocando os tapumes, consertando as calçadas, trocando telhas, fazendo a limpeza da área, e assim que tudo ficar pronto, daremos continuidade às obras de construção”, esclareceu Corsino.

Corsino disse ainda que o projeto para construir um shopping não será mais colocado em prática e que a proposta agora é concluir as obras e colocar o prédio para alugar ou vender. “A construção já está 55% pronta e a previsão para entrega será em fevereiro, mais tardar em março do ano que vem. O imóvel tem estrutura para comércio e serviços, mas não te­nho mais interesse em investir em Araucária, estamos investindo em outras cidades, inclusive nos Estados Unidos. Não tenho mais interesse em investir aqui”, alegou, de forma categórica.

A diretora geral da Secretaria de Urbanismo, Josiane Novak, explicou que o alvará de construção da obra estava pendente porque o proprietário havia pedido a prorrogação até fazer algumas ade­quações que a Prefeitura havia solicitado. “De fato, a obra ficou bastante tempo parada, mas esta semana os ficais passaram por lá e viram que o proprietário está fazendo as adequações e, assim que concluí-las, o alvará será renovado para continuidade da obra”, esclareceu.

Texto: MAURENN BERNARDO / Foto: Everson Santos

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM