Compartilhe esta notícia
Máscaras e luvas devem ser descartadas no lixo comum - notícias da Coronavírus Geral  - O Popular do Paraná

Em tempos de pandemia do coronavírus, muitos materiais de proteção como máscaras e luvas têm sido muito utilizados pela população. Porém, um problema que tem chamado a atenção é com relação aos cuidados com o descarte desses materiais contaminados. Por ter um alto nível de transmissão e por sobreviver por vários dias em determinadas superfícies, o vírus representa um risco para catadores e profissionais envolvidos com a coleta de resíduos.

Em Araucária, segundo a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, anda são poucos os relatos de máscaras e luvas descartadas no lixo reciclável, ou mesmo nas ruas. A SMMA diz que uma explicação plausível para isso talvez seja a escassez de máscaras descartáveis no mercado ou a utilização dos acessórios de confecção caseira, e laváveis. No entanto, os funcionários do barracão de recicláveis já foram orientados a comunicar caso percebam o descarte desses EPIs, pois como os caminhões fazem a coleta por regiões, a SMMA poderá mapear o local de onde está vindo o material.

Portanto, os moradores devem ficar atentos e jogar as máscaras e luvas no lugar certo, que é dentro de uma sacola plástica bem vedada, que deverá ser descartada no lixo comum, de preferência o lixo do banheiro.

“Nós temos como identificar o bairro e ficar de olho para saber quem é que está jogando esse tipo de material no lixo reciclável, e lhe imputar uma punição”, alertou a secretaria.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: divulgação

Publicado na edição 1210 – 30/04/2020

Compartilhe esta notícia