fbpx

Década de 50 no Bairro de Vila Nova. Nos primeiros anos da década de 50, chegava em Araucária um jovem rapaz vindo da cidade de Palmas no Estado do Paraná, seu nome: João Ohpis Filho. O filho mais velho entre sete irmãos, ainda bastante jovem assumiu o comando da Família em virtude do falecimento de seu pai João Ohpis aos 37 anos por causas naturais. Assim que conseguiu um emprego junto a já desativada Fábrica de Tecidos de Linho São Patrício retornou a Palmas e trouxe seus irmãos e sua mãe para residirem em uma casa com amplo terreno no Bairro chamado Vila Nova, não teve tempo para descarregar a mudança e já retornou ao trabalho. Sua função de motorista e as diversas viagens que fazia para a Cia. São Patrício deu-lhe conhecimento e abriu caminho para aquisição de troncos e equipamentos para montar no terreno junto a sua residência uma das maiores e mais conhecidas Serrarias de Araucária, assim como chefe de família deu o nome à empresa de SERRARIA IRMÃOS OHPIS LTDA. e foi neste lugar que todos os irmãos trabalharam, progrediram e a transformaram em uma grande Serraria e Depósito de Madeiras, que se tornou referência às margens da Rodovia do Xisto, onde faz frente até a Rua Julieta Vidal Ozório ocupando assim uma área que abrange da Rodovia do Xisto à parte do centro. E, assim temos um breve histórico sobre a Serraria e Madeireira Irmãos Ohpis. Infelizmente, nesta semana, mais propriamente na madrugada do dia 18 de julho de 2022, um incêndio de grandes proporções veio destruir essa empresa e junto com ela uma parte da história de Araucária. A história desta Serraria e a saga da Família Ohpis teve seu início nos primeiros anos de 1950, foram 70 anos de muito trabalho e dedicação, foram muitos empregos e muitos empregados, foram centenas de casas, galpões e comércio que utilizaram materia prima saída desta serraria para abrigar e proteger pessoas, produtos e bens. A história da própria família que veio para nossa cidade, aqui fincaram suas raízes, construíram suas famílias e hoje dezenas de seus descendentes fazem parte do quadro de habitantes e trabalhadores de Araucária, afinal, mesmo os irmãos mais novos foram também responsáveis por muito trabalho, João, assim como todos seus irmãos tinham mãos calejadas, como todo trabalhador tem. O incêndio destruiu o patrimônio físico, mas o exemplo de dedicação, trabalho. esforço, conquista é um bem que nada destruirá, por isso deixo aqui meus respeitos e solidariedade à Família Ohpis, que tanto batalhou para construir um bem que o fogo destruiu. A foto é dos anos 50, é do início de uma empresa que gerou trabalho para centenas de pessoas e deu lucros à cidade de Araucária. Foi lamentável ver a grande destruição ocasionada pelo fogo. Hoje o Sr. João Ohpis Filho e seu irmão Eugênio Ohpis são de saudosas memórias, e quanto ao futuro da Serraria, que seja feito o que for melhor, pois sua produção além do trabalho ainda hoje está nas centenas de casas construídas em Araucária com material vindo da maior Serraria que havia na região central de nossa cidade.

Memórias que o fogo não apaga, O Popular do Paraná
Foto – Acervo do Arquivo Histórico Archelau de Almeida Torres

Texto: Terezinha Poly



VEJA TAMBÉM

Valdecir Santos visita prefeito Hissam

O pré-candidato a deputado estadual falou com o prefeito sobre bandeiras que pretende defender na Assembleia Legislativa O pré-candidato a deputado estadual Valdecir Santos esteve

Compartilhe