Um morador do Jardim Moteleski fez um pedido para instalação de uma lombada na rua Félix Klechovicz, onde foi inaugurado em 2020 o CMEI Professora Bronilda Namikata. O motivo seria o fluxo intenso de veículos e o perigo que isso representa para o público que utiliza o centro educacional. Mas a solicitação, segundo ele, não foi atendida pelo Departamento de Trânsito. “O órgão alegou que a Resolução 600/16 do Contran não permite a instalação de lombadas em via com declividade maior que 4%. Explicou ainda que como são crianças de pouca idade que utilizam a via, entende-se que estão sempre acompanhadas por pais e responsáveis, portanto, não transitam sozinhas pela via, à mercê do tráfego”, comentou Wilson Felix.

O morador também disse que se não fosse possível a instalação de uma lombada, que se pensasse na opção de serem instaladas tartarugas na via, para coibir o excesso de velocidade. Sugeriu ainda que a sinalização fosse melhorada, considerando que alguns incidentes já teriam sido registrados no local. “A Prefeitura está negando todos os pedidos, mas quando ameacei procurar a imprensa, eles melhoraram a sinalização, porém insisto na necessidade de uma lombada ou de tartarugas, só assim a rua ficará mais segura”, argumentou.   

Sobre a questão, o Departamento de Trânsito de Araucária informou que o morador já recebeu duas respostas oficiais da Prefeitura sobre os questionamentos que havia feito via Ouvidoria. Em resumo, tanto a lombada quanto a calota (tartaruga) não atendem aos critérios técnicos para implantação no local. No caso da lombada, entre outras justificativas avaliadas, não há autorização devido à inclinação da via. Vale ressaltar ainda que o local está devidamente sinalizado e que, com isso, todo condutor deve saber que deve dar preferência à passagem de pedestre, conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro (art. 214 do CTB). Não dar a preferência para quem atravessa a faixa é infração gravíssima e passível de multa, segundo o CTB.

Canais de reclamação

A Prefeitura também aproveita a oportunidade para recomendar que a solicitação dos moradores seja direcionada primeiramente à secretaria competente. O Departamento de Trânsito pode dar todas as orientações via WhatsApp sobre como o morador deve registrar a solicitação, através do número (41)3614-1742. Há também a opção de contato para solicitar diversos serviços da Prefeitura via app Atende.net.

Já a Ouvidoria Geral da Prefeitura (0800-643-1550 / 3614-1789 ou [email protected]) tem outro foco: atender as situações em que esses serviços solicitados às secretarias não foram realizados, estão atrasados ou não ocorreram de maneira satisfatória.  

Foto – Emanoel dos Santos

Texto: Maurenn Bernardo

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp