Pesquisar
Close this search box.

Moradores alegam que retirada de lombadas deixou asfalto irregular

Veículos trepidam quando passam pelo asfalto irregular. Foto: Everson Santos
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Moradores alegam que retirada de lombadas deixou asfalto irregular
Veículos trepidam quando passam pelo asfalto irregular. Foto: Everson Santos

A remoção de várias lombadas espalhadas pela cidade, feita pela Prefeitura, ainda tem gerado reclamações por parte de alguns moradores. O problema não foi a remoção em si, mas o estado em que ficaram algumas ruas, com a retirada dos redutores. Segundo moradores da rua das Flores, no jardim Tupy, após a retirada de uma lombada, o asfalto foi refeito, mas ficou fora de nível. “Agora os ônibus e caminhões passam com mais velocidade e as residências tremem. Com isso, já começaram a aparecer algumas rachaduras nas paredes”, disse o morador Ywan Andrade.

Na Rua Luiz Armando Ophis, no bairro Estação, a situação é a mesma. Com a remoção do redutor, o asfalto ficou desnivelado e quando os veículos passam, a trepidação é inevitável. “De ônibus fica pior, parece que estamos dentro de uma batedeira”, criticou a moradora Kethleen Lima.

A Prefeitura informou que as reivindicações referentes à rua das Flores e rua Luiz Armando Ophis serão resolvidas em breve, pois já estão na programação de serviços da Secretaria Municipal de Obras para as próximas duas semanas.

Sinalização

Outra situação envolvendo a remoção de lombadas, mas com consequências diferentes, foi apontada por um morador da rua Presidente Costa e Silva, no bairro Costeira. De acordo com ele, a via ficou muito perigosa porque os carros passam em alta velocidade, podendo provocar acidentes.

“Não pedimos a reimplantação da lombada, queremos apenas que a via tenha sinalização mais rigorosa, já que o tráfego de veículos é intenso”, apontou Ivo Miguel Ferreira Coelho. Segundo ele, os demais moradores também estão preocupados com a falta de segurança na via, e são favoráveis a uma melhoria nos sinais de trânsito.

Com relação ao problema, o Departamento de Trânsito da Secretaria Municipal de Urbanismo explicou que o formato da lombada estava em desacordo com a resolução de trânsito vigente. Acrescentou que será feito um estudo para verificar o que poderá ser melhorado em termos de sinalização, no intuito de evitar acidentes.

O Trânsito também lembrou que vai rever algumas rotas de ônibus e mais lombadas deverão ser retiradas pela cidade.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1174 – 01/08/2019