O mato alto que cresce sem parar em algumas ruas do Jardim Santa Eulália e os galhos de árvores que estão envergando, tem incomodado muitos moradores. Eles dizem que a situação está mais crítica nas ruas Rua Elvira Sperandio Valentine e Attilio Druszcz. “Tem um trecho onde eu tive que quebrar o galho de uma árvore que estava invadindo a rua e os motoristas tinham que desviar, em plena curva, um verdadeiro perigo”, disse um morador. Outra moradora comentou que já foi solicitada a roçada e o corte de alguns galhos de árvores que estão atrapalhando as vias, mas até agora os serviços não foram executados. “Tem uma espécie de bambuzal aqui, e os galhos invadem a rua, tem que cortar”, pediu.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) informou que não há solicitação registrada para roçada nas vias citadas e orientou que os moradores solicitem o serviço pelo telefone da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (3614-7480) ou pelo aplicativo Atende.net.

Esclareceu que o serviço de roçada prioriza áreas onde há próprios da Prefeitura, como escolas, CRAS, UBS, parques, bosques, entre outros, e vias com maior movimentação de veículos e pedestres. As duas ruas citadas, segundo a Prefeitura, não se enquadram como vias de grande movimentação. Na Rua Elvira foi realizado serviço de roçada no Bosque do Santa Clara no mês de abril e o próximo deve ocorrer em breve. Na rua Attilio, há uma área de proteção ambiental que não pode ser roçada.

Outra orientação importante repassada aos moradores é que, por lei (Código de Posturas), cabe ao dono do imóvel a responsabilidade de conservação e limpeza da calçada em frente à residência, assim como a vedação (muro) e limpeza do seu terreno.

Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp