Moradores incomodados com fluxo de veículos em obra de condomínio | O Popular do Paraná

Moradores incomodados com fluxo de veículos em obra de condomínio
Veículos estacionam dos dois lados da via e o trânsito fica inviável

Moradores da rua Paulo Lúcio Zimermann, no bairro Capela Velha, estão incomodados com a grande movimentação de cami­nhões e carros de porte pequeno que estacionam nos dois lados da via, atrapalhando o trânsito. Os veículos pertencem a funcionários e fornecedores de uma construtora que está construindo um condomínio na região.

“A situação da rua está complicada, a via é estreita, os carros estacionam dos dois lados, e às vezes nem sequer conseguimos sair com nossos carros das garagens. Teve uma ocasião que precisei sair pra levar meu filho no médico e tive que ir na obra perguntar de quem era o carro que estava trancando minha garagem”, contou um morador.

Outro vizinho relatou que já foi até a obra conversar com o engenheiro responsável, mas nada mudou. “Eles falam que vão tomar uma providência, só que até agora a situação continua na mesma”, reclamou.

A Construtora Città, responsável pela obra do condomínio Green Village, disse que apesar de a via não ter sinalização que impeça os veículos de estacionarem, vai orientar os funcionários a não ocuparem os dois lados, para que o trânsito possa fluir melhor. “Esta semana que passou tivemos uma situação atípica, um bi-trem precisou fazer uma descarga na obra e como é um veículos de porte muito grande, acabou interditando a via por um período, causando alguns transtornos para os moradores, mas eles foram avisados previamente que isso iria ocorrer e o motorista permaneceu no cami­nhão caso precisasse movimentá-lo”, explicou. Ainda de acordo com a construtora, a conclusão da obra está prevista para fevereiro de 2017, no entanto, a empresa tomará todas as medidas para evitar problemas com os moradores.

Interrogada sobre o pro­blema, a Secretaria de Urbanismo informou que, há alguns meses, a empresa já foi notificada para resolver um problema relacionado à sujeira na via e que esta sempre tem atendido as recomendações para minimizar os transtornos que são comuns em obras.

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia: