Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
A água com aspecto incomum  começou a sair das torneiras na  tarde de terça-feira
A água com aspecto incomum
começou a sair das torneiras na
tarde de terça-feira

Companhia garante que essa água não causa danos à saúde
Companhia garante que essa água não causa danos à saúde

Já pensou abrir o chuveiro ou a torneira da cozinha e se deparar com uma água amarelada, quase marrom? Muitos araucarienses de bairros como Capela Velha, Iguaçu, Cachoeira, Porto das Laranjeiras e Centro tiveram essa experiência nos últimos dias. Desde a tarde da última terça-feira, 1º de dezembro, esses moradores se assustaram com o que chegou aos seus lares.

Resultado disso foram diversas postagens no Facebook com fotos, reclamações e até teorias para explicar o ocorrido. “Aqui a água está amarelada igual um chá”, escreveu Patricia Soares, do Porto das Laranjeiras. “Acho que é a água do Rio Doce. Então, é tudo culpa da Samarco”, brincou outra moradora. “Sorte que eu comprei água mineral, porque não consigo dar uma água dessa pra minha filha de quatro meses”, reclamou Ivone Vieira, do bairro Capela Velha.

Segundo a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), a água realmente apresentou coloração diferente desde que uma válvula da rede foi trocada na última terça-feira, 1º de dezembro. “Assim que o serviço foi finalizado e o abastecimento retomado, materiais que ficam depositados na rede de distribuição se desprenderam e deram essa coloração diferenciada à água”, explica.

No entanto, a companhia garante que esses materiais pertencem à composição da água e não causam danos à saúde do consumidor. “Sabemos que é desagradável beber água com essa coloração, mas ela é potável”, informou a Sanepar, que afirma estar trabalhando para corrigir a situação.

Texto: Raquel Derevecki / FOTOS: divulgação / EVERSON SANTOS

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM