assembleia_araucariatc
De novo sem vale, motoristas e cobradores do Transporte Integrado Araucária (TRIAR) aprovaram na madrugada desta terça-feira, 22 de novembro, novo indicativo de greve. A novidade desta vez é que os profissionais que trabalham a Araucária Transporte Coletivo, responsável pelos ônibus que ligam a cidade a Curitiba também estão sem receber o adiantamento salarial e, do mesmo modo, também podem parar.

Conforme informações de Anderson Teixeira, presidente do Sindimoc, sindicato que representa a categoria, o indicativo de greve é para daqui 72 horas. Ou seja, se o adiantamento salarial que deveria ter sido pago em 20 de novembro não for acertado até sexta-feira (25), os trabalhadores irão interromper a circulação dos ônibus do TRIAR e também as linhas Ligeirinho, Portão, Avenida das Araucárias e Pinheirinho.

Ainda conforme Anderson, o argumento das empresas para o não pagamento do vale salarial é a falta de repasses da Companhia Municipal de Transporte Coletivo (CMTC) as concessionárias de ônibus.
assembleia_tindiquera

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp