Movido pela devoção, casal araucariense caminha 318km até Aparecida do Norte

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Fé, devoção e busca de autoconhecimento motivaram um casal de namorados de Araucária a percorrer o Caminho da Fé a pé. Josiney Tavares da Silva e Viviane Duarte Rodrigues caminharam 318km, começando a peregrinação no dia 14 de outubro e terminando no dia 23, na cidade de Aparecida do Norte (SP). Teve apenas um trecho de asfalto e muitas curvas, em Campos do Jordão, com pouco mais de 10km, que o casal foi orientado a percorrer de ônibus, porque não há acostamento e é muito perigoso para os peregrinos.
“No restante, andamos por áreas rurais, encontramos muitos bois, vacas e cobras pelo caminho. Enfrentamos dois dias de chuva e frio e dias de sol forte. Testamos muito mais do que nossa fé, nossa capacidade física e resistência também foram colocadas à prova. No primeiro dia meu pé já ficou cheio de bolhas porque levamos mochilas muito pesadas, com cerca de 10kg, nas costas, não nos preparamos com relação a isso”, conta Viviane.
Segundo ela, no segundo dia conheceram outros peregrinos que tinham um carro de apoio e ofereceram ajuda para levar suas mochilas. O problema é que essa ajuda obrigou a dupla a mudar de planos e o objetivo inicial que era fazer o percurso em 13 dias, teve que ser reduzido para 10. O casal precisou andar mais quilômetros por dia e o ritmo foi cansativo, por outro lado, não teve que carregar as mochilas pesadas. Viviane e Josiney andavam em média 30km diariamente, atingindo o máximo de 45km em um dos dias.
“Superamos dores, bolhas no pé, meu namorado sofreu com dores fortes na perna, na coxa, no joelho. Todo dia era um novo desafio. Mas valeu a pena. Foi lindo, foi mágico, foi surreal tudo o que sentimos quando chegamos lá. Foram dias de muito aprendizado, onde pudemos nos encontrar com Deus e Nossa Senhora. O tempo todo tivemos provações de que nunca estamos sozinhos, sabíamos que Eles (Deus e Nossa Senhora) estavam lá, nos pequenos detalhes, na água que surgia quando tínhamos sede, na sombra que surgia quando o sol queimava sobre nós, nas amizades que fizemos quando meus pés e coluna já não aguentavam mais. Com toda certeza, esses 318km nos ensinaram sobre humildade, bondade, gentileza e carinho e, acima de tudo, aquele lugar nos trouxe muita paz”, festejou Viviane.
maurenn bernardo

Movido pela devoção, casal araucariense caminha 318km até Aparecida do Norte
Movido pela devoção, casal araucariense caminha 318km até Aparecida do Norte 1
Compartilhar
PUBLICIDADE