Mulher morta a facadas no Rio Abaixinho foi identificada e filho será autuado por homicídio qualificado

mulher morta a facadas foi identificada e filho autuado
Foto: Divulgação.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A mulher que foi brutalmente assassinada na manhã desta sexta-feira (27/10), na área rural do Rio Abaixinho, já foi identificada. Maria Lúcia Rosa Ferreira, de 59 anos, professora da rede municipal de ensino, foi morta a facadas e segundo a Delegacia de Polícia de Araucária, o filho, principal suspeito, será autuado em flagrante, pelo crime de homicídio qualificado.

Ainda de acordo com a DP, a equipe de investigação ouviu familiares e vizinhos que confirmaram terem presenciado uma discussão entre o filho e a mãe na noite de ontem (26). O rapaz teria ido até a casa da genitora pedir dinheiro para comprar drogas. Depois chamou um taxi e saiu da casa, levando com ele um aparelho de televisão de 65 polegadas. Testemunhas disseram ainda que ele parecia estar drogado.

“Na manhã de hoje (27) descobrimos que ele foi até uma favela comprar drogas, inclusive deu o celular da própria mãe. Ele já vinha vendendo objetos da família para comprar drogas. Ainda conforme levantamos nas investigações, o filho, após matar a mãe, tentou enrolar o corpo dela em uma coberta e tinha pretensões de transportá-lo”, disse o delegado Erineu Portes.

Ainda de acordo com o delegado, as roupas do suspeito foram recolhidas e serão periciadas, e todo sangue que for encontrado será confrontado com o sangue da vítima.

Sobre a prisão

Foi o marido de Maria que encontrou seu corpo caído na sala ao chegar em casa de uma viagem. No local do crime, ele contou à Guarda Municipal que a esposa havia ligado para ele na noite anterior, dizendo que o filho a estaria pressionando para conseguir dinheiro para usar drogas.

Diante das suspeitas em torno do filho, a GMA tentou contato com ele por várias vezes, sem sucesso. Horas depois, descobriu que ele estaria em Curitiba, no bairro Caximba. A equipe se deslocou até a ponte que fica na divisa dos municípios e abordou o suspeito e sua esposa. Ambos foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Araucária.

Compartilhar
PUBLICIDADE