Na Escola Azuréa Belnoski, pais estão preocupados com a estadualização | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Pais de alunos que estudam na Escola Municipal Azuréa Busquette Belnoski, no Jardim Tupy, foram surpreendidos por uma notícia desagradável na semana passada, durante a reunião que acontece todo início de ano letivo. Entre os assuntos comumente discutidos como horários, faltas, uniforme, estava a questão da estadualização da instituição, que fará com que muitos alunos de 1º ao 4º ano sejam remanejados para outras unidades.

O problema, segundo os pais, é que as escolas da região que atendem esses anos iniciais, ficam longe da maioria das famílias. “São 481 crianças que precisarão ser remanejadas para outras escolas, não seria tão ruim se estas instituições não ficassem tão longe das nossas casas. São crianças pequenas, que não podem pegar ônibus sozinhas, e será que a Prefeitura vai liberar passe escolar para os pais ou responsáveis também?”, indagou uma mãe. Outra mãe protestou que muitos pais trabalham fora e no horário em que saem precisam deixar os filhos na escola, já que não tem outras pessoas que possam levá-lo mais tarde. “Então nossos filhos terão que chegar à escola bem cedinho e ficar aguardando um bom tempo no portão? E a segurança dessas crianças”?, questionou.

Para esclarecer as dúvidas desses pais, a Secretaria Municipal de Educação explicou que a informação apresentada trata de mudanças que ocorrerão apenas em 2.020. Neste ano de 2019 o atendimento está normal na unidade educacional. Até lá, a SMED prestará todos os esclarecimentos sobre a mudança.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1153 – 07/03/2019

Compartilhe esta notícia:
, , , , , ,