Compartilhe esta notícia

Aprovado

A Câmara confirmou a aprovação na sessão desta segunda-feira, 24 de agosto, do projeto de lei que autoriza a Prefeitura a contratar linhas de crédito com a Caixa Econômica Federal até o limite de R$ 120,8 milhões. Os valores são para investimentos em obras de infraestrutura, principalmente pavimentação de vias urbanas e rurais.

Final do ano

Essa aprovação não significa necessariamente que a Prefeitura precisa contratar todo esse valor com a Caixa. Da mesma forma, não significa que a Caixa tem a obrigação de emprestar todo esse valor ao Município. A contratação desses financiamentos também não se dará numa pancada só. Ela acontece em várias etapas, respeitando a capacidade de gestar os contratos da Secretaria de Obras e de lançar as licitações da Secretaria de Administração. Além disso, até por conta do período eleitoral, nenhum desses certames deve ser lançado antes do final deste ano.

Bom negócio

Embora a palavra empréstimo às vezes gere algumas dúvidas na população e passe a impressão de que esse endividamento possa ser prejudicial ao Município, é preciso pontuar que no caso dessa linha de financiamento do programa FINISA é extremamente vantajosa à cidade, pois permite antecipar obras de infraestrutura pagando juros muito baixos à Caixa.

Só assim

Foi-se o tempo que alguma grande obra de infraestrutura era feita em Araucária e na maioria dos municípios e estados brasileiros sem contratação de empréstimos. Isso porque atualmente quase a totalidade do orçamento de quase a totalidade dos entes da federação estão comprometidos com o custeio da máquina e pagamento da folha dos servidores.

Sua casa

A normalidade na contratação desses financiamentos também é possível de ser identificada quando pensamos em como a maioria das famílias brasileiras fazem para adquirir um bem permanente, como um carro, uma geladeira, a reforma da casa ou algo assim. Eles financiam. E fazem isso porque, salvo algumas exceções, ninguém tem dinheiro para pagar tudo isso à vista.

Troca

O prefeito Hissam Hussein Dehaini exonerou nesta terça-feira, 25 de agosto, o secretário de Cultura e Turismo, Eduardo Tavares. A saída dele foi consensual para que ele pudesse se dedicar integralmente à campanha à reeleição do ainda pré-candidato Hissam.

Substituto

Eduardo deve ser substituído no comando da Secretaria de Cultura por Jefferson Ophis, que até o ano passado era conselheiro tutelar.

ICMS

A transferência de cotas de ICMS do Governo do Estado para Araucária em agosto foi inferior ao mesmo período do ano passado. Dados disponíveis no portal da transparência da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFA) apontam que a cidade recebeu neste mês R$ 33.780.069,79 contra R$ 35.696.141,46 de agosto de 2019. Lembrando que os repasses são feitos sempre as terças-feiras. Logo, neste mês não pinga mais nada de ICMS nos cofres municipais.

Testes

A Secretaria Municipal de Urbanismo (SMUR) está fazendo testes em dois cruzamentos da cidade. No instalado no cruzamento da avenida Victor do Amaral com Manoel Ribas o semáforo agora conta com contador numérico regressivo para os carros. Já na esquina da Victor do Amaral com Cel. João Antônio Xavier o semáforo em teste é voltado para os pedestres, com contador regressivo e placa sinalizadora instalada no asfalto da via. Ambos os equipamentos foram cedidos ao Município para esses testes.

Monitoramento

Ambos os conjuntos semafóricos ficarão instalados nesses locais por tempo indeterminado. De acordo com a SMUR, o objetivo é entender como os motoristas e pedestres reagem a eles e se o cronômetro regressivo diminui a quantidade de carros que aceleram no sinal amarelo achando que vai dar tempo. Caso o diagnóstico seja positivo, a Secretaria de Urbanismo estuda lançar uma licitação para troca de outros semáforos da cidade.

Substituição

Rivadal Padilha não será mais o candidato a prefeito do Partido dos Trabalhadores (PT). A sigla agora lançará o petroleiro e dirigente sindical Luciano Zanetti para a majoritária, tendo como sua candidata a vice-prefeita Hosana Marcondes.

Câmara

Rivadal, por sua vez, deve integrar a chapa de candidatos a vereador da legenda.

Apareceu

O advogado Genésio Felipe de Natividade, que mora em Curitiba, estaria sendo cotado para ocupar a vaga de vice na chapa que deve ser encabeçada por Albanor José Ferreira Gomes (Podemos) na disputa pela Prefeitura de Araucária. Filiado ao PDT, Genésio andava sumido da cidade há quase uma década.

Estadual

Genésio, aliás, nem é muito ligado ao PDT de Araucária, mas tem muita influência no PDT estadual. Recentemente, inclusive, o médico Haroldo Ferreira, um dos caciques da legenda no Paraná, teria vindo a Araucária conversar pessoalmente com Zezé a respeito da dobrada.

Nem que sim, nem que não

Como boa noiva política que é, Albanor não teria dito nem que sim, nem que não ao pretendente.

Tucana

Outro nome cotado para ocupar a vice de Zezé é mesmo o de Tatiana Assuiti. A seu favor pesa, principalmente, o fato de ser filiada ao PSDB, o que possibilitaria a recuperação da memória afetiva do velho eleitor araucariense que sempre vinculou Albanor ao número 45.

Intrigas

Todos sabem que política é também terreno fértil para intrigas. E, neste período pré-campanha, intriga cresce mais do que chuchu na cerca dentro dos partidos. Dentro do PTB, por exemplo, duas figuras ilustres (dentro de suas limitações, claro) tem travado uma guerra de “áudios de zap” que vem animando os partidos opositores.

Correição

As promotorias de justiça de Araucária serão submetidas a correição nos dias 24 e 25 de setembro. Este é o ato pelo qual a Corregedoria do Ministério Público do Paraná, digamos assim, analisa o trabalho que vem sendo feito pelos promotores que atuam na cidade. Nesta oportunidade, a população também pode aproveitar a presença dos membros da Corregedoria para eventualmente reclamar ou elogiar o trabalho do MP local.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1227 – 27/08/2020

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio