Notas Políticas: FIA

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Segue a expectativa com relação a finalização do pacote de anteprojetos de lei que a FIA irá entregar à Prefeitura e que prometem modernizar a administração de pessoal e previdenciária do Município. Quem já deu uma olhada no material garante que ele é bom e deve atender as demandas do grosso do funcionalismo ao mesmo tempo que respeita a capacidade financeira dos cofres públicos.

Vamos aguardar

Porém, como tudo o que envolve o funcionalismo público seja aqui ou em qualquer lugar do mundo, é necessário tratar essas alterações com transparência, comunicando de maneira adequada os servidores e à sociedade. Então, o negócio é aguardar a FIA entregar o material, a Prefeitura verificar o que será enviado para análise da Câmara e, consequentemente, deixar os vereadores fazerem o trabalho deles, que é discutir junto com os setores técnicos da Casa de Leis o que será levado a plenário. Obviamente, nem o Legislativo e nem o Executivo vão querer aprovar algo que não seja bom para a sociedade araucariense. E precisamos pensar sociedade aqui como o conjunto de segmentos que compõe nossa população e não só este ou aquele.

Troca na SMSP

Como informado em primeira mão pelo O Popular na última quinta-feira, 16 de março, o prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) decidiu promover uma troca no comando da Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP). Saiu Antônio Edison dos Santos de Souza e entrou Lincoln Roberto Stygar. Ambos são guardas municipais.

Compromisso mantido

Quando assumiu o comando da Prefeitura de Araucária, Hissam meio que se comprometeu em priorizar a nomeação de integrantes da Guarda Municipal para o comando da Secretaria Municipal de Segurança Pública (SMSP). Passados aí quase sete anos de mandato, o compromisso vem sendo mantido. Este é o terceiro guarda municipal a comandar a SMSP desde 1º de janeiro de 2017. Primeiro foi José Fortes Couceiro, depois Antônio e agora Lincoln.

Etarismo?

A nomeação de Lincoln para ficar à frente da Secretaria de Segurança Pública gerou alguns comentários no meio político araucariense. Isto porque ele é bem jovem. Tem 23 anos. Destes comentários, o que mais chamou a atenção foi o de Olizandro Junior (PSB), filho do ex-prefeito Olizandro José Ferreira (MDB). Em algumas postagens que fez nas redes sociais, Junior questionou o fato de alguém tão jovem ocupar um cargo de primeiro escalão na gestão de Hissam.

Tiro no pé

Em ano que antecede o eleitoral, o comentário de Olizandro Junior pode ser considerado como normal, afinal ele é declaradamente pré-candidato a algo em 2024 e precisa aparecer. Mas no caso específico desta postagem, ele deu uma comida de bola. Pois esqueceu de olhar para o próprio umbigo. Isto porque, assim como Lincoln, ele também foi um dos mais jovens secretários municipais da história de Araucária. Ou seja, questionou o fato de alguém de 23 anos assumir o comando de uma secretaria quando ele próprio também foi nomeado secretário de Esporte e Lazer pelo pai lá em 2013. Na oportunidade ele tinha – vejam só – 23 anos.

Mais jovem ainda

Bem contado, aliás, Olizandro Junior era ainda mais jovem do que Lincoln. Nascido em 13/11/1989, ele assumiu a titularidade da Secretaria de Esporte e Lazer em 08/01/2013. Ou seja, tinha 23 anos, 1 mês e 26 dias. Já Lincoln nasceu em 13/01/2000 e assumiu a SMSP em 17/03/2023. Ou seja, com 23 anos, dois meses e quatro dias.

Comparação

Ainda no que diz respeito a experiência entre um e outro, quando assumiu o comando da SMEL Olizandro era formado em Administração e não possuía nem uma experiência “trabalhista” comprovada, nem um estágio que fosse. Lincoln, por sua vez, é formado em Direito, foi estagiário contratado por meio de processo seletivo e atualmente é guarda municipal, cargo para o qual foi aprovado por meio de concurso público.

Descontente

O comentário de Olizandro Junior, aliás, deixou o presidente da Câmara, Ben Hur Custódio de Oliveira (Cidadania) descontente. Isto porque, quando fez a postagem em sua rede social, o filho do ex-prefeito disse que Lincoln havia sido “estagiário do Ben Hur”.

Réplica

Na sessão plenária desta terça-feira, 21 de março, Ben Hur respondeu ao ex-secretário de Esporte e Lazer pontuando que ele havia sido infeliz em seu comentário, já que deve ter tido uma crise de amnésia ao esquecer de sua idade quando foi secretário. Acrescentou ainda que o legado de Junior à frente da SMEL foi insignificante. Disse também que Olizandro Junior quer falar de administração pública como se fosse alguém diferente e novo, achando que a população não lembra que ele é filho de Olizandro e fez parte da gestão que precarizou a Guarda Municipal e outros setores da Prefeitura.

Apoios

Aproveitando a fala de Ben Hur, vários outros vereadores pediram a palavra para manifestar apoio a indicação de Lincoln para o comando da Secretaria de Segurança Pública, dizendo acreditar que ele fará um bom trabalho.

Pelo PSDB, não

Na edição da última semana, mencionamos que são vários os já apontados como pré-candidatos a prefeito em 2024. Um deles é o ex-vereador Alex Nogueira. Filiado ao PSDB, há quem diga que ele pode tentar concorrer ao comando da cidade no ano que vem. Sobre o assunto, o vereador Ricardo Teixeira, que preside o tucanato no Município, afirmou que não existe a possibilidade de Alex ser candidato pela legenda. Assim, caso prospere a intenção do ex-vereador, ela se dará por outra sigla.

Federação

Sempre é bom pontuarmos que existe atualmente uma federação formada entre os partidos PSDB e Cidadania. Assim, nas eleições do ano que vem, obrigatoriamente esses partidos terão que lançar uma candidatura conjunta. Logo, sempre que pensarmos na disputa pela Prefeitura em 2024 temos que levar em conta que PSDB e Cidadania lançarão apenas uma chapa e caminharão juntos.

Sem chance

E falando em pré-candidatos a prefeito no ano que vem, o vereador Eduardo Castilhos (PL) já avisou na sessão plenária desta semana que não há a mínima chance dele disputar o comando da Prefeitura de Araucária. Em sua fala, ele afirmou que – em conjunto com outros três partidos – está construindo um projeto para disputar as eleições de 2024. Mas que seu foco não é um projeto majoritário.

Mudanças

Sem aparecer muito, o novo secretário de Saúde, Bruno Rodelli Mendes Fontes, tem utilizado esses primeiros dias no comando da pasta para entender as demandas mais imediatas que precisam de resolução. Sabedor de que Hissam quer “pra logo” melhorias na Saúde araucariense, ele tem se reunido com diversos setores da SMSA que precisam conversar para fazer a máquina funcionar mais azeitada. Entre as prioridades já identificadas é a necessidade de ser mais enérgico na fiscalização do contrato de gestão que o Município mantém com a Santa Casa de Chavantes, que recebe mais de R$ 4 milhões por mês para administrar o Hospital Municipal de Araucária (HMA) e o Pronto Atendimento Infantil (PAI), dois serviços que – apesar do alto custo – são alvos constante de reclamações da população.

Edição n. 1355

Compartilhar
PUBLICIDADE