Notas Políticas: Hilda prefeita

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Araucária volta a ser comandada por uma mulher a partir da próxima semana. Hilda Lucalski (PSD) será a prefeita em exercício por cerca de duas semanas. Neste período, o titular do cargo, Hissam Hussein Dehaini, tirará férias.

Concluída

A Câmara de Vereadores concluiu na semana passada a votação do projeto de lei que reajustou o salário do funcionalismo municipal em quase 4%. A lei passou a valer no mesmo dia em que foi aprovada (30 de junho) e os servidores públicos já receberam o soldo de junho com o acréscimo.

Vale-alimentação

Da mesma forma, a lei que reajustou o valor do auxílio-alimentação também foi aprovada, passando de R$ 1.000,00 para R$ 1.100,00 mensais.

Um pouco mais

Os vereadores também aprovaram o aumento do valor do auxílio-alimentação dos servidores da Câmara. No Legislativo, o benefício ficou um pouco maior: R$ 1.200,00.

Animada

Falando em Câmara, a sessão plenária desta semana foi animada. Havia tempo que os trabalhos não tinham discursos mais acalorados.

Puxa-sacos

Tudo começou quando o vereador Fábio Pavoni (PV) afirmou que num rolê recente foi questionado por moradores que teriam dito que os edis eram puxa-sacos do prefeito, já que não estaria havendo em plenário questionamentos à administração municipal.

Menos eu

Embora não tenha dito com todas as letras que os colegas de Casa eram puxa-sacos, o discurso de Pavoni deu a entender isso. É que ele mencionou a suposta conversa com o cidadão num contexto em que pedia mais adesões à sua empreitada de abrir uma CPI para investigar um contrato firmado pela Prefeitura com a Fundação Instituto de Administração (FIA). Ou seja, o recado que pareceu passar foi o de que quem assinasse o requerimento de CPI não era puxa-saco.

Ouviu

A fala de Pavoni irritou boa parte dos vereadores, que fizeram questão de dizer que pertencer a base de apoio de um governo e reconhecer as coisas boas que esse governo fez não é sinônimo de puxa-saquismo. É sim sinônimo de alinhamento político.

Três

Ainda sobre a CPI, Pavoni segue sem sucesso para reunir as assinaturas necessárias. Ele precisa de três parceiros. Só conseguiu outros dois por enquanto: Valter Fernandes (Cidadania) e Eduardo Castilhos (PL). Pelo regimento da Câmara, a abertura de uma CPI precisa do apoio de, no mínimo, quatro vereadores.

Firmes

A proximidade do período eleitoral deve fazer com que os ânimos na Câmara fiquem mais acirrados ao longo dos próximos meses, principalmente para aqueles vereadores que não andaram muito pela cidade até aqui, mas que agora precisam aparecer para a comunidade. Sem ter muito trabalho para mostrar, a bala de prata se torna a verborragia. O discursar para a plateia e torcer para que uma das bandeiras cole junto ao eleitor.

Trabalhando

Ao contrário de outros anos, neste os vereadores seguem com as sessões ordinárias mesmo no mês de julho. O trabalho continua porque na última revisão do regimento interno da Casa e da Lei Orgânica o período de recesso foi reduzido.

Quebrado

E o aparelho de raio-x utilizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está estragado. O equipamento é novo e as causas desse defeito são um mistério.

Garantia

Ao que se sabe, o equipamento ainda está na garantia e a assistência que efetuará seu conserto já foi acionada. Até que o raio-x volte a funcionar na UPA, os pacientes que precisarem de uma radiografia estão sendo encaminhados para o Hospital Municipal de Araucária (HMA) para fazer o exame.

Nova licitação

A Prefeitura publicou esta semana o edital de licitação para escolha da empreiteira que ficará responsável pela construção da Unidade de Saúde Centro. A abertura dos envelopes está marcada para 10 de agosto. O preço máximo que a Secretaria de Saúde está disposta a pagar pelo serviço é de R$ 6,6 milhões.

Nova tentativa

Esta é a segunda vez que a licitação para construção da UBS Centro é realizada. Na tentativa anterior o certame chegou a ter vencedor declarado, mas uma falha no processo obrigou o cancelamento da concorrência e o lançamento de uma nova disputa.

Antiga biblioteca

A nova unidade de saúde do Centro será construída na esquina das ruas Coronel João Antonio Xavier com Prefeito Odorico Franco Ferreira, no terreno em que outrora funcionou a biblioteca pública da cidade.

Dando uma força na habitação

O secretário municipal de Políticas Públicas, Geraldo Carvalho, visitou na semana passada a sede da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). O encontro aconteceu na quinta-feira, 29 de junho, e teve como objetivo conhecer um pouco mais o programa Casa Fácil Paraná.

Acompanhado de uma representante da Procuradoria Geral do Município (PGM), Geraldo destacou que Araucária possui áreas públicas para implantação do Casa Fácil. Na oportunidade, ele ainda explicou ao superintendente de programas da Cohapar, Kervin Kuhelmann, como funciona o programa de regularização fundiária da Prefeitura de Araucária.

Ainda segundo Geraldo, as conversas com a Cohapar devem se estreitar ao longo dos próximos meses, já que o Governo do Estado anunciou recentemente que pretende investir R$ 800 milhões para subsidiar a compra da casa própria por famílias de baixa renda em todo o Paraná.

Notas Políticas: Hilda prefeita

Edição n. 1370

Compartilhar
PUBLICIDADE