As inscrições para a 1ª Corrida Mariliane Alves encerraram na terça-feira, 28 de março, com um número de participantes acima da média prevista pela Equipe Rodrigues, organizadora da prova. Corredores de várias cidades do Paraná e de outros estados, como Santa Catarina e Minas Gerais, se inscreveram para a corrida, que será em prol da atleta Mari Alves, atualmente em tratamento contra um câncer.

“Poderíamos seguir com as inscrições por mais alguns dias, porém queremos entregar um evento muito bem organizado, planejado com antecedência, já que estamos levando o nome da equipe, de todos os nossos apoiadores e também o nome da nossa atleta Mari. Por isso queremos que tudo seja perfeito”, disse Hailton Rodrigues.

Corrida virtual

O empresário fez um convite à população para que assistam a corrida, no intuito de incentivar os corredores e apoiar a causa solidária. “A população pode comparecer no dia e torcer muito, a gente só não vai aceitar participantes que não foram escritos para não comprometer a estrutura da prova, já que o planejamento foi realizado em cima do total de inscritos”, explicou Hailton.

Ele disse ainda que para a prova ter um alcance ainda maior e atender aqueles atletas que manifestaram vontade de participar, mas não poderiam estar presentes no dia, a organização abriu a participação através de uma corrida virtual.

Retirada dos kits

A organização lembra aos atletas inscritos de Araucária que a retirada dos kits será feita na sexta-feira, 1º de abril, das 10h às 15h, na loja Rodrigues Doces, localizada na Rua Coronel João Antônio Xavier, 820, Centro. Para atletas de outras cidades, os kits poderão ser retirados no local do evento, das 16h às 19h.

Agradecimentos

Hailton também fez um agradecimento especial à comissão que foi formada para coordenar o andamento dos trabalhos e a todos que se uniram para que esta corrida fosse possível. “Agradeço ao Jolvani, Valter, Elizeu, Leomar, Garcia, Zenilda, Rosinha, Solange, Raquel e

Celaine. Todos voluntários que investiram tempo, participando ativamente do planejamento, tomando decisões e criando ideias para entregar um evento perfeito para todos os inscritos. Foram muitas reuniões em horários adaptados conforme a rotina de trabalho de cada um. Tenho muito orgulho desse time”.

Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Pablo Rosales é campeão brasileiro de jiu jitsu

O araucariense Pablo Rosales, 15 anos, aluno do colégio metropolitana, se consagrou campeão no Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, organizado pela Confederação Brasileira (CBJJ). O

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp