Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Adriana Cocci foi a autora do projeto
Adriana Cocci foi a autora do projeto

A partir de 2016, sempre em 7 de maio, será comemorado em Araucária o Dia Municipal de Conscientização da Adrenoleucodistrofia. O que, não sabe o que é Adrenoleucodistrofia? Pois então, é uma doença que acomete o sistema nervoso central e atinge majoritariamente pessoas do sexo masculino.

A iniciativa de criar um dia especialmente para conscientizar a população sobre a doença foi da vereadora Adriana Cocci (PTN), que transformou a ideia num projeto de lei e apresentou aos demais vereadores. A análise do pedido da edil foi feita pela Câmara nas sessões plenárias dos dias 18 de maio e 1º de junho. Aprovado, o projeto foi encaminhado para sanção do prefeito Olizandro José Ferreira (PMDB) e foi transformado na Lei Municipal nº 2.846/2015.

Segundo o que prevê a lei, sempre em 7 de maio a Prefeitura terá que desenvolver ações educativas, como palestras à comunidade, distribuição de panfletos, entre outros materiais, orientando a população sobre os sintomas da doença e como tratá-la.

Na justificativa para o projeto, a vereadora explicou que foi procurada em seu gabinete pela senhora Lindacir Souza Franco, que tem um filho portador da Adrenoleucodistrofia, também conhecida pela sigla ADL. Nessa visita, a mãe pediu a edil que a ajudasse a alertar mais famílias sobre os perigos da doença e a importância de que ela seja diagnosticada o quanto antes. “A modalidade mais clássica da ADL surge na infância, entre quatro e dez anos, provocando dificuldades para andar, perda da visão, da audição e da fala”, escreveu Adriana.

Ainda segundo ela, a esco­lha do dia 7 de maio como o Dia Municipal de Conscientização da ADL foi feita porque, nesta data, é o aniversário do pequeno Gabriel, filho de dona Lindacir.

Texto: Waldiclei Barboza / FOTO:MARCO CHARNESKI – ARQUIVO O POPULAR

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM