Pesquisar
Close this search box.

Obras de drenagem na região central seguem até julho

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Quem trafega pela rua Alfredo Charvet, da rotatória com a Guilherme da Mota Correa, deve estar se perguntando até quando vão as obras que estão sendo feitas no local. Isto porque, já há algumas semanas, circular pela região se tornou um teste de paciência.

Se você é um dos motoristas que já enfrentou o congestionamento naquela região, principalmente nos horários de entrada e saída de aula, fique sabendo de que o trânsito confuso por conta dessas obras deve seguir até o final da primeira quinzena de julho. É este o prazo final estipulado contratualmente entre a Prefeitura e a Construtora CTG, que venceu a licitação para refazer toda drenagem da pista, evitando assim que – em dias mais chuvosos – haja alagamento dessas vias. Ou seja, o transtorno de agora vai valer muito a pena quando futuramente tivermos aquelas pancadonas de água e a pista permanecer “sequinha”.

Além da Alfredo Charvet, também estão inclusas no pacote de melhorias um trecho da Avenida Archelau de Almeida Torres e também da rua Alfredo Parodi. Isto significa dizer que as obras devem avançar ao longo dos próximos dias em sentido ao coração central da cidade. Logo, será necessário ter muita paciência.

Ao todo, só a parte de melhorias na drenagem urbana dessas vias custará aos cofres públicos em torno de R$ 950 mil. A licitação ganha pela CTG, no entanto, inclui também a recuperação das galerias de águas pluviais da rua Arnaldo Senegaglia com a Santa Catarina, no bairro Cachoeira. O contrato global – incluindo as duas etapas da obra – é de R$ 1,9 milhão.

O pedido que a Secretaria de Obras faz é que os moradores da região central e quem precisa circular por essa região tenham paciência ao longo das próximas semanas e, se possível, procurem caminhos alternativos.

Victor do Amaral

Também dentro desse pacote de adequação das galerias de águas pluviais da região central, a Secretaria de Obras já lançou uma outra licitação para recuperar a capacidade de drenagem de alguns trechos da Avenida Victor do Amaral. Esse serviço, no entanto, está previsto numa outra licitação, que será aberta só em junho

Foto: Marco Charneski.

Edição n. 1362