Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Freepik

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), vai repassar R$ 8,5 milhões aos municípios para dar apoio aos responsáveis por crianças e adolescentes que perderam pai, mãe ou a fonte de sustento da família durante a pandemia, os chamados “órfãos da Covid”. No total, 95% dos municípios paranaenses aderiram ao programa. Aqueles que optaram por não receber os recursos informaram que têm a situação sob controle por já possuírem programa próprio ou não registrarem grande número de óbitos pela doença.

É o caso de Araucária, onde de acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, as pessoas em situação de vulnerabilidade já são acompanhadas pelo CRAS e orientadas quando podem ser atendidas por programas de auxílio municipal, estadual ou federal, assegurando assim a garantia de direitos básicos como integridade física, proteção psicológica e social.

Redução dos impactos

Ainda conforme a Assistência Social, existe uma deliberação de cofinanciamento para Fortalecimento de Projetos de “Ações para Crianças e Adolescentes que sofreram impactos em virtude da Pandemia da Covid 19”, repassado à Araucária pelo Fundo Estadual para Infância e Adolescência. Pela deliberação, será permitido investimento da verba em mobiliário em geral e equipamentos de multimídia e informática.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1285 – 28/10/2021

VEJA TAMBÉM