Diva mostra a infinidade de exames e procedimentos que já foi obrigada a fazer
Diva mostra a infinidade de exames e procedimentos que já foi obrigada a fazer

Diva Pinto Silva, 56 anos, moradora do Conjunto Maranhão, tem sérios problemas no joelho, está com os movimentos da perna comprometidos e por isso precisou ser afastada do trabalho. Ela aguarda por uma cirurgia há quatro anos e em junho do ano passado perdeu o benefício do INSS porque já passou pela avaliação de três médicos, e nenhum a ope­rou. “Minha situação está ficando cada vez mais complicada, fui afastada do trabalho, perdi o benefício porque ainda não fiz a cirurgia e meu joelho está torto, piorando a cada dia. Na última consulta o médico disse que somente uma prótese vai resolver”, conta Diva.

Ela conta que acionou o INSS na justiça e que já passou pela primeira perícia, mas até agora o laudo não saiu. “Fiz tratamento no Hospital Municipal – HMA, inclusive minha cirurgia estava marcada, isso há três anos, de repente o médico que a faria me encaminhou para outro médico e este passou para um terceiro e por fim este disse que não iria me operar porque o hospital estava em falta de materiais cirúrgicos. Desde então não consegui mais remarcar a cirurgia, ficam me empurrando de um lado pro outro”, lamenta a mulher.

Diva disse também que procurou a Secretaria de Saúde, que a encaminhou para um hospital de Curitiba, foi onde disseram que ela precisaria colocar prótese no joelho. “Agora estou em tratamento no CEMO, aguardando na fila de espera. Preciso fazer esta cirurgia e não sei mais a quem recorrer”, lamentou.

De acordo com a Secretaria de Saúde, em dezembro de 2015 a usuária foi incluída na lista para cirurgia de outros hospitais. Até então, ela aguardava cirurgia especificamente no Hospital das Clínicas, em Curitiba. Como a moradora relata, durante este período ela vem tendo acompa­nhamento na área de ortopedia no CEMO, em Araucária.

FOTO: EVERSON SANTOS

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe