Pesquisar
Close this search box.

Padre André Marmilicz: As ovelhas conhecem a voz do pastor

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Jesus se utilizava de diversas imagens para mostrar quem era ele e para revelar os valores profundos advindos da sua mensagem. Com certeza, a imagem do bom pastor, é uma das representações mais fortes e determinantes, que revelam o rosto verdadeiro do Pai. Devemos partir da constatação que os pastores do tempo de Jesus não eram muito apreciados pela sociedade, muito pelo contrário, pois, eram rudes, fechados e por outras características nada agradáveis. Inclusive, num tribunal, a voz deles era praticamente ignorada e o réu por eles defendido, dificilmente ganhava uma causa. Mas, tinha algo neles que chamava a atenção de Jesus, e, que foi fundamental para Jesus se servir dessa imagem para se apresentar às pessoas e ao mundo.

Era normal, ao anoitecer, que todos os pastores conduzissem seus rebanhos para um determinado local. Ali, durante a noite eles dormiam, mas, deixavam um guarda cuidando o rebanho, contra eventuais perigos. De manhã, o guarda abria a porta e cada pastor se apresentava chamando as suas ovelhas, que o conheciam pela sua voz. Assim que reconheciam o seu pastor, elas se levantavam e com confiança o seguiam, pois, tinham certeza que seriam conduzidas para lugares onde teriam água e verdes pastagens. Assim, sucessivamente, cada pastor que assobiava ou se manifestava com palavras, era imediatamente reconhecido por suas ovelhas que o seguiam.

Jesus se apresenta como o Bom Pastor e as ovelhas escutam sua voz e o seguem, na certeza de serem conduzidas para lugares onde existe vida e vida em abundância. Ele mesmo nos garante, ‘eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância’. As ovelhas, diz Jesus, não seguem a voz de estranhos, porque sabem que serão conduzidas para lugares obscuros e sem vida. Ele é a porta, pela qual elas passam, certas de encontrarem nele o alimento necessário para as suas vidas. A porta representa o próprio Jesus, sua vida, seu jeito de ser, de acolher as pessoas, de acariciar, de expressar ternura e preocupação com a salvação de cada uma. Do coração de Jesus brota somente amor, vida, misericórdia, e, o desejo sincero de apresentar o verdadeiro caminho, que conduz para onde brotam verdes pastagens e águas cristalinas.

Jesus é o Bom Pastor, que com sua voz cheia de amor e também de firmeza, aponta o caminho que conduz para a vida. Nele, as ovelhas se sentem profundamente acolhidas, sobretudo, aquelas mais machucadas e sofridas. Ele dá uma atenção especial para aquelas feridas pelas intempéries da vida e que buscam nele consolo e alívio. Ele não despreza nenhuma, pelo contrário, acolhe a todas com um amor imenso e imensurável, além dos limites, porque quer o bem e a salvação de todas. Do seu coração, brota somente um amor que cura, que salva e que se alegra com a conversão e mudança de vida. Ele não quer a morte do pecador, mas, que se converta e viva.

Do coração de Jesus brota uma ternura infinita, que, quando toca o coração do ser humano, desperta nele também o desejo de amar sem limites. Quem se sente assim tocado por Jesus, com certeza, refletirá esse amor no encontro com o próximo. A exemplo de Jesus, o Bom Pastor, também ele oferecerá apoio, sustento, força e coragem, para aqueles feridos e machucados pelas estradas da vida.

Edição n. 1360