Pais de estudantes do Colégio Estadual Rocha Pombo, instituição que desde o início do ano vem funcionando em um espaço cedido pela Unifacear, estão preocupados com a falta de segurança que os filhos estão enfrentando nos horários de entrada e saída das aulas. O problema é que o novo espaço da escola fica na Avenida das Araucárias, no bairro Thomaz Coelho, e para ter acesso aos pontos dos ônibus do transporte coletivo, muitas crianças e jovens precisam atravessar a avenida que, segundo os pais, não possui uma sinalização adequada. O Colégio Rocha Pombo atende do 6º ano fundamental ao ensino médio, nos períodos da manhã e da tarde.

“São crianças e elas precisam atravessar a avenida pra pegar os ônibus diariamente. A travessia é muito perigosa porque elas saem correndo e nem sempre utilizam a faixa de pedestres”, observou uma das mães. “O trânsito na avenida é intenso e seria conveniente a Prefeitura analisar isso e tomar uma providência, quem sabe instalar um semáforo temporizador, semelhante aos que existem na área central, dessa forma as crianças poderão ver a numeração melhor e terão mais segurança para atravessar”, sugeriu outro pai.

Sobre o problema, a Secretaria Municipal de Urbanismo disse que durante toda a quarta-feira (23/02) uma de suas equipes esteve no local, para fazer a devida sinalização, com placas e pinturas. Em resposta ao pai que sugeriu a implantação de um semáforo temporizador, a SMUR reforçou que naquele local já existe um semáforo para pedestres.

A secretaria também adiantou que, na medida do possível, encaminhará viaturas para melhorar a segurança na via e que a equipe que integra o Departamento de Educação de Trânsito fará visitas aos alunos (já programadas) já na próxima semana.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1300 – 24/02/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp