Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Everson Santos

 

Professores e servidores públicos estaduais de diversas categorias iniciaram na terça-feira, 25 de junho, uma paralisação por tempo indeterminado em forma de protesto ao não pagamento da data-base por parte do atual governador, Ratinho Júnior. Ainda sem entrar em acordo com o estado, lideres da APP-Sindicato, explicam que desde a gestão de Beto Richa, não recebem a reposição da inflação.

Em Araucária, grande parte dos serviços foram afetados pela paralisação, alguns colégios da rede estadual estão com aulas suspensas por tempo indeterminado, outros aderiram de forma parcial a greve.

Nos colégios Professor Júlio Szymanski, Professora Helena Wysocki, Dias da Rocha, Professora Agalvira Bittencourt Pinto, Lincoln Setembrino Coimbra, Deputado Vespertino Pimpão, Araucária e Rocha Pombo, as aulas foram canceladas e apenas as secretarias estão abertas à comunidade. Já nos colégios Monteiro Lobato, Professora Maria da Graça Siqueira Silva e Lima, Professora Cleide Leni Kurzawa e Campo do Guajuvira, as aulas foram prejudicadas, mas permanecem acontecendo. No município, apenas o Colégio Estadual Fazenda Velha trabalha normalmente.

O Jornal O Popular tentou entrar em contato com os colégios Professora Marilze da Luz Brand, Cecília Meireles, Joana Gurski, Professor Elzeario Pitz, Professor João Nerli e Professora Ana Maria Kava, mas não obteve retorno.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM