Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

paulo
O vereador Paulo Horácio (PMDB) ocupou a tribuna da Câmara na sessão desta segunda-feira, 9 de maio, para dizer que é contra a fixação do número de vagas de vereadores em quinze e, do mesmo modo, de qualquer projeto de lei que reajuste os vencimentos dos parlamentares.

Conforme Paulo, sua decisão foi tomada após profunda reflexão das manifestações feitas pela comunidade araucariense durante a audiência pública que discutiu o aumento de cadeiras. O encontro aconteceu na sexta-feira, 6 de maio. Segundo ele, ficou muito claro durante a reunião que o cidadão comum não quer nem saber de mais vereadores e muito menos de reajuste salarial. O edil citou ainda que nem entre os partidos políticos há consenso com relação à ampliação de cadeiras, tanto é que legendas importantes como PMDB, PSDB, PPS, PSB, PV, PDT, PR e PTB, entre outras, sequer se posicionaram a respeito. Ele ainda apontou a ausência de manifestação de instituições reconhecidamente instaladas em Araucária, como OAB, Rotary, Aeciar, maçonaria, o que demonstraria o atual momento de descrédito dos vereadores diante da sociedade local.

À nossa reportagem, o vereador disse acreditar na importância da ampliação do número de vagas na Câmara, mas que isso não é possível neste momento, pois as pessoas de bem de Araucária não acreditam no trabalho Poder Legislativo. “Antes de propor qualquer mudança neste sentido precisamos recuperar a confiança da população”, ponderou.

Em sua fala, Paulo disse enxergar que os vereadores passam por uma crise de credibilidade no Município. “Os vereadores hoje sangram perante a comunidade, mas nós mereceremos isso. A comunidade nos cobra de maneira veemente por nossa omissão em relação a diversos assuntos”, admitiu.

Veja nos vídeos alguns trechos da fala de Paulo Horácio.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM