Pavimentação no Chapada dificulta tráfego, mas empreiteira ainda está dentro do prazo para concluir as obras

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Nos últimos dias várias pessoas que circulam pela região do bairro Chapada, que está recebendo um grande investimento em obras de pavimentação, entraram em contato com a redação do jornal O Popular para reclamar da “barreira” que tomou conta das ruas que estão sendo revitalizadas.

Segundo essas pessoas, como o pavimento estragado foi retirado, muitos buracos se formaram nas pistas, fazendo com que dirigir por aquela região seja quase impossível. Quem anda a pé enfrenta o mesmo problema, já que a chuva fez com que os cantos da pista sejam tomados pelo barro.

Algumas pessoas também questionam o fato de não estarem vendo uma mobilização mais contínua das equipes da empreiteira que executa o serviço, o que causa o receio de que a empresa tenha abandonado os serviços ou algo assim.

Pavimentação no Chapada dificulta tráfego, mas empreiteira ainda está dentro do prazo para concluir as obras
Previsão da Prefeitura é que trabalhos no local sejam concluídos até setembro.

Sobre o assunto, a Secretaria Municipal de Obras (SMOP) explicou que a empreiteira que venceu a licitação está dentro do prazo estipulado em contrato para conclusão dos trabalhos. Esse prazo se encerra somente em 7 de setembro de 2023.

Sobre a quantidade de funcionários da empreiteira atuando no canteiro de obras, a SMOP informou que – de fato – as equipes estão reduzidas porque foi necessário fazer a revisão do projeto de reciclagem do pavimento retirado em um laboratório externo contratado pela vencedora da licitação. “Este projeto acabou de ser concluído e aprovado pelos técnicos da Prefeitura. Durante o período de atividades reduzidas, a empreiteira vem fazendo serviços paliativos para que a via possa ficar transitável, porém o serviço necessita de tempo bom para ser realizado, o que vem sendo dificultado devido as chuvas”, informou a Secretaria.

Quase R$ 10 milhões

Ao todo são quatro as ruas incluídas nesse pacote de revitalização de vias da área industrial de Araucária. São elas: José Czaki, João Stanczik, Luiz Francheschi e Edson Queirós. A vencedora desta licitação foi a VDL Pavimentação LTDA, que executa a obra por R$ 9,7 milhões. Os serviços nessas vias, que recebem tráfego muito pesado, principalmente de caminhões de combustíveis de várias distribuidoras instaladas na região, incluem ainda terraplanagem, reforço de base e sub-base, revestimento, meio fio, sarjeta, serviços de urbanização, sinalização de trânsito, drenagem, calçadas e plantio de grama e árvores.

Somadas as vias revitalizadas alcançam 2.300 metros de extensão. Serão aplicados no local quase 23 mil metros quadrados de asfalto a quente, o chamado CBUQ.

Pavimentação no Chapada dificulta tráfego, mas empreiteira ainda está dentro do prazo para concluir as obras
Antigo pavimento estava todo danificado e foi retirado para ser reciclado.

Foto: Marco Charneski.

Edição n. 1368

Compartilhar
PUBLICIDADE