PCPR mira quadrilha que rouba cargas e um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Desde as primeiras horas desta segunda-feira (23), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas para cumprir 25 ordens judiciais contra uma organização criminosa ligada a roubo de cargas. O prejuízo estimado supera R$ 2 milhões. Dentre os mandados estão dez de prisão temporária e 15 de busca e apreensão. A ação acontece simultaneamente na Capital, Campo Magro e Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.

A PCPR apurou que os indivíduos estão ligados a um roubo de materiais que seriam vendidos em um show internacional, em dezembro do ano passado. Os itens estão avaliados em R$ 1 milhão e, parte deles, foi recuperado pelos policiais civis.

Mais de 50 policiais participam da operação que ainda conta com o apoio de um dos helicópteros da PCPR.

Investigação

As investigações iniciaram no mês de setembro após o roubo de uma carga de óleo vegetal, em São José dos Pinhais, na RMC. A polícia apurou que a organização criminosa escolhia as cargas, cometia o crime e mantinha o motorista do caminhão refém até o término da ação criminosa.

“Normalmente as cargas eram escolhidas de forma aleatória. Eles (criminosos) iam em postos de gasolina de Curitiba e circulavam pelas rodovias, observando até acharem a oportunidade de cometer o crime”, explica o delegado da PCPR André Feltes.

A Polícia Civil dará seqüência às investigações, na tentativa de identificar outros integrantes dessa organização criminosa.

Compartilhar
PUBLICIDADE