Foto: divulgação

Neste domingo, 11 de outubro, a Polícia Militar prendeu dois indivíduos envolvidos com o tráfico de drogas na região do Campina da Barra e apreendeu com eles, 180 pedras de crack. A prisão aconteceu na rua das Camélias, em um local conhecido como ponto de venda de entorpecentes. A equipe policial fazia um patrulhamento pela via, quando percebeu que havia dois indivíduos em frente ao portão de uma residência e estes, ao perceberem a presença da viatura, demonstraram nervosismo. No desespero, um deles chegou a jogar um objeto no chão e adentrou rapidamente o terreno. A PM deu voz de abordagem e identificou os dois homens, inclusive um deles já havia sido preso recentemente, por tráfico de drogas, por esta mesma guarnição.

O objeto dispensado por um deles era um invólucro plástico contendo várias pedras de crack. Em busca pessoal também foi localizado no bolso da bermuda de um dos abordados, outro invólucro plástico, também contendo pedras de crack. Ainda com a dupla havia uma quantia em dinheiro, em notas trocadas. Quando questionados sobre o fato, um deles disse que as pedras eram trazidas até eles por um indivíduo que sempre vinha a pé, e as mesmas eram vendidas individualmente, pelo valor de cinco reais. Contou ainda que cada um receberia a quantia de sessenta reais por dia, pela comercialização. Diante das evidências, os dois foram conduzidos para a Delegacia de Araucária para as providências necessárias.

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

A ética dos propagadores de fake news

O título desta crônica é provocativo, pois vivemos num tempo onde cada um é induzido a acreditar na sua fake news de preferência através da

Casa Bem Acabada

Iéste negócio da gente se meter a rabequista das véis dando o maior dos problema!! Sobrinha Roseli se achegando com cara cheia de felicidade contanto

Compartilhe