Polícia alerta o povo sobre falsos agentes de saúde | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Ladrões estariam se identificando aos moradores como agentes de endemias
Ladrões estariam se identificando aos moradores como agentes de endemias

Falsos agentes de saúde estão se aproveitando das visitas que são feitas nas residências por parte dos verdadeiros profissionais para cometer roubos. Algumas pessoas entraram em contato com a redação do Jornal O Popular para denunciar a ação destes ladrões. Segundo elas, os golpistas são homens, na maioria das vezes, estão em cinco, e usam um veículo e equipamentos semelhantes aos que são usados pelos agentes de endemias.

“Uniformizados, eles entram na casa da gente para, ao invés de vasculhar possíveis criadouros e passar corretas informações sobre o mosquito da dengue, roubar dinheiro e objetos”, comentou uma das denunciantes.

Outra pessoa disse que é lamentável que algumas golpistas se aproveitem de campanhas realizadas por órgãos públicos e entidades para aplicar golpes. “É uma audácia, precisamos estar sempre atentos e bem informados com relação a tudo”, pontuou.

Cuidado

Sobre a ação dos golpistas, o Conselho Comunitário de Segurança – Conseg de Araucária orienta as pessoas a tomarem muito, cuidado, pois os golpistas podem ser facilmente confundidos, uma vez que estão usando coletes, crachás e bolsas que foram roubados dos verdadeiros agentes de endemias.

A Prefeitura também esclarece que os agentes corretos não usam uniformes, mas sim um colete na cor verde e um crachá de identificação. As visitas não são em horários agendados, portanto, se o morador tiver alguma dúvida, poderá entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica pelo telefone 0800-643-3005 para se certificar se são realmente servidores públicos. Outro fato que pode denunciar os golpistas é o veículo, pois os carros oficiais sempre possuem logotipo da Prefeitura.

Outros canais de denúncia onde a população poderá recorrer são as polícias. Caso seja vítima de um golpe, a pessoa poderá ligar para o fone 190 da Polícia Militar ou 3641-6000 da Polícia Civil.

FOTO: Everson Santos

Compartilhe esta notícia:


Aproveite, cadastre seu email para receber novidades!

,