fbpx
Polícia Civil prende suspeitos de liderar associação criminosa, O Popular do Paraná
Pai e filho estão presos, mas diligências em busca de novos envolvidos continuam. Foto: divulgação

 

A Polícia Civil de Araucária prendeu, na manhã de quarta-feira, 26 de junho, pai e filho suspeitos de liderar uma associação criminosa que desviou 37 mil quilos de ureia da refinaria da Petrobras em Araucária – Repar. Paulo Henrique de Souza, 46 anos, e Matheus Henrique Carneiro de Souza, 31 anos, foram presos pelos policiais civis de Araucária no litoral do Estado, na Baixada da Labra, situada em Paranaguá, em cumprimento a mandados judiciais de prisão temporária e busca e apreensão.

A equipe iniciou a investigações há cerca de um mês, quando prenderam o motorista de um caminhão bitrem, cujas placas estavam adulteradas e a documentação era falsa. O condutor do veículo foi preso em flagrante na ocasião. Conforme apurado, ele teria sido contratado pelos suspeitos para retirar a uréia da Repar. A dupla teria, inclusive, falsificado um documento para o motorista que transportaria o produto. De acordo com as diligências, os homens se infiltram em grupos de whatsapp e enganam proprietários de transportadoras, que solicitam serviços de frete. Ou seja, utilizam um caminhão adulterado e se passam pela empresa que fornecerá o serviço.

A dupla já tem antecedentes criminais por adulteração de veículos, estelionato e receptação, e responderá novamente por estelionato e associação criminosa. Pai e filho estão presos na Delegacia de Araucária, à disposição da Justiça. As investigações continuam, com o intuito de identificar outras pessoas envolvidas com o crime e quem seria o receptador de cargas desviadas pelo grupo criminoso. A Polícia Civil de Araucária fará novas diligências nesta quinta-feira, 27.

Publicado na edição 1169 – 27/09/2019

VEJA TAMBÉM

Compartilhe